quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Paraná lança plano de fortalecimento do turismo com ações até 2026

O lançamento do Masterplan Paraná Turístico 2026 – Pacto para um destino inteligente - marcou o Dia Nacional do Turismo, comemorado nesta terça-feira, 27 de setembro. O plano foi lançado em café da manhã na Fecomércio Paraná, com a presença do governador Beto Richa. O encontro reuniu o secretário do Esporte e do Turismo, Dougas Fabrício, o presidente da Fecomércio, Darci Piana, e mais de 100 lideranças do setor.

Elaborado de forma integrada e participativa pelo governo estadual e dezenas de entidades representativas do Conselho Paranaense de Turismo (Cepatur) e das 14 Regiões Turísticas do Estado, o Masterplan prevê ações do setor para os próximos dez anos. O documento foi feito por um grupo formado por representantes do Cepatur, Paraná Turismo, Sebrae-PR, Universidade Federal do Paraná, Associação Branovasileira de Empresas de Eventos (Abeoc) e Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet).

No ano passado, as cidades paranaenses receberam 16 milhões de turistas. Os principais destinos do Estado são Curitiba, Foz do Iguaçu e o Litoral. Cerca de 23 mil estabelecimentos estão envolvidos na cadeia turística do Estado, gerando cerca de 150 mil empregos. “O Paraná tem muitas potencialidades a serem fortalecidas e este documento demonstra a preocupação e o planejamento de nosso governo e do trade turístico para a área”, disse o governador.

DESENVOLVIMENTO - Para Richa, ao fortalecer o setor, o plano decenal contribui com a economia e o desenvolvimento do Paraná. “Este projeto tem uma importância fundamental porque acreditamos nas potencialidades e nos resultado do turismo do Paraná”, afirmou. “É um setor que impacta em diversos segmentos da nossa economia, gerando oportunidades de emprego e renda à nossa população”, destacou. 

O presidente da Fecomércio-PR, Darci Piana, também reforçou a importância da cadeia do setor para a economia do Estado, que será fortalecida com a implantação do Masterplan. “É um trabalho de longo prazo, construído por um grande número de pessoas e que reflete os interesses do trade de turismo. Será um grande avanço para o turismo do Estado”, declarou. 

ESTRATÉGICO – O Masterplan segue a Política de Turismo do Paraná (Lei nº 15.973/2008) e se constitui em um instrumento estratégico, participativo e direcionador de esforços em longo prazo. O plano conta com três eixos estratégicos – governabilidade e sustentabilidade, qualidade e competitividade, marketing e inovação. Prevê a participação do governo estadual, da iniciativa privada e da sociedade civil para a sua implantação. 

“Nosso foco é impulsionar o Paraná como produtor de turismo”, ressaltou o secretário de Estado do Esporte e Turismo, Douglas Fabrício. “Elaboramos o Masterplan porque precisamos ter, até 2026, um série de ações voltadas ao desenvolvimento do turismo e à geração de emprego e renda na área. Em todo o mundo, de cada 11 empregos gerados, um é na área turística, que envolve mais de cinquenta atividades econômicas”, disse Fabrício. 

O presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, explicou que as ações serão desenvolvidas em todas as regiões do Estado, em especial nas cidades de Curitiba e Foz do Iguaçu, que são os principais destinos turísticos do Paraná. “O objetivo é colocar o Paraná entre os três principais destinos turísticos do Brasil. A ideia é que o Paraná assuma a condição de produtor de turismo”, salientou Gimennes. 

PRESENÇAS – Participaram do evento o reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho; o diretor-superintendente do Sebrae-PR, Vitor Tioqueta; e o deputado federal Alex Canziani. 

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=91000&tit=Parana-lanca-plano-de-fortalecimento-do-turismo-com-acoes-ate-2026-

POLÍTICA há 32 minutos atrás Polícia Federal invade Tribunal de Justiça e captura juízes

A Polícia Federal cumpre, nesta quarta-feira, (28), 19 mandados de busca e apreensão e 24 mandados de condução coercitiva expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). As buscas fazem parte da segunda fase da Operação Expresso, que aprofunda as investigações sobre um esquema de venda de decisões judiciais do Tribunal de Justiça do Ceará.
De acordo com a Polícia Federal, 14 advogados, dois desembargadores da ativa e um desembargador aposentado são alvos nesta fase. As buscas ocorrem nas residências dos investigados, escritórios de advocacia e em dois gabinetes de desembargadores do Tribunal de Justiça do Ceará.
Além dos mandados de busca e apreensão e condução, houve a determinação de bloqueio das contas de um desembargador aposentado e um advogado envolvido nas ilicitudes, considerando o montante do valor transacionado indevidamente em torno de decisões atípicas, que beneficiaram mais de 300 pessoas com a inclusão nos quadros da Administração Pública, no cargo de soldado da Polícia Militar do Estado do Ceará, entre 2011 e 2012, sem que fossem devidamente aprovadas no concurso público.
Os crimes investigados são associação criminosa, corrupção passiva, tráfico de influência, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Cento e dez policiais federais participam da operação. Todos os investigados deverão prestar depoimento e após serão liberados.
Fonte: G1

Exportações catarinenses de carne suína têm alta de 44% em agosto

Santa Catarina responde por 39% das exportações brasileiras de carne suína em agosto. O estado se consolida como o maior produtor e exportador de carne suína do país e embarca mais de 25,6 mil toneladas do produto em agosto, 44% a mais do que no mesmo período de 2015. O resultado das exportações rendeu a Santa Catarina um faturamento de US$ 53,9 milhões, uma alta de 30% se comparado com agosto do último ano.

De janeiro a agosto de 2016, o volume exportado por Santa Catarina já é 47% maior do que no mesmo período do ano passado. Ao todo, foram 179,3 mil toneladas de carne suína enviada para o exterior, acumulando receita de US$ 337,4 milhões. Para o secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, o sucesso de Santa Catarina na produção e exportação de carne suína se deve à alta qualidade e aos custos competitivos. Sem contar o diferencial da excelência sanitária catarinense, como único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal.

A certificação internacional e o intenso trabalho de defesa sanitária faz com que Santa Catarina tenha acesso exclusivo aos mercados mais exigentes do mundo como Japão, Estados Unidos e, futuramente, Coreia do Sul. “Santa Catarina está colhendo os frutos do grande esforço e investimento das últimas décadas em sanidade animal, o que beneficia produtores, agroindústrias, fornecedores e trabalhadores da cadeia produtiva com mais empregos e renda, resultando num impulso para o desenvolvimento econômico do estado”, ressalta Spies.

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações brasileiras de carne suína em agosto deste ano chegaram a 65,5 mil toneladas, uma alta de 30,7% em relação a agosto de 2015. No Brasil, o saldo cambial foi de US$ 138,3 milhões e o crescimento foi de 19,8% em relação ao último ano. Entre janeiro e agosto, o resultado para o país chegou a US$ 893,5 milhões, montante 8,1% maior que o obtido no mesmo período do ano passado.

Segundo o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, o setor vem mantendo um bom ritmo de crescimento em volume e receita. Principal destino das exportações brasileiras, a Rússia importou entre janeiro e agosto 159,3 mil toneladas, 4% a mais que o registrado no mesmo período do ano passado.

Em segundo lugar, Hong Kong importou nos oito primeiros meses do ano 111,1 mil toneladas, volume 54% superior ao alcançado em 2015.  A China, no terceiro posto, importou no mesmo período 63,4 mil toneladas.

Suinocultura em SC
Em Santa Catarina, a produção anual de carne suína gira em torno de 850 mil toneladas. Com um rebanho efetivo estimado em sete milhões de cabeças, o estado é responsável por 27% da produção nacional, cerca de 3,48 milhões de toneladas, e é o maior exportador de carne suína do país. Atualmente, o estado exporta quase 190 mil toneladas por ano.

Por seu status sanitário diferenciado - único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação e também livre de peste suína clássica, com certificados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) - o estado é habilitado a exportar para os países mais competitivos do mundo como a Rússia, China, Angola, Cingapura, Chile, Japão, Uruguai e Argentina. Este ano, a Coreia do Sul autorizou a importação da carne suína produzida em Santa Catarina e a expectativa é que os primeiros embarques aconteçam em 2017.

14 cidades do Paraná têm apenas um candidato concorrendo a prefeito

No Paraná, 14 cidades têm apenas um candidato concorrendo à prefeitura, segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Nas cidades com candidatura única, a menos de um mês da votação, os políticos que concorrem ao cargo de prefeito já podem comemorar a vitória.

Jorge Nunes (PMDB), atual prefeito de Santa Mariana, no norte do estado, se prepara para reassumir a prefeitura por mais quatro anos.

“Nunca foi tão fácil conquistar, porque precisa só de um voto, né?”, diz Nunes.

A paisagem de Santa Mariana mudou com a candidatura única. Antes, os moradores costumavam erguer bandeiras com as cores dos candidatos de sua preferência.

Para a bancária Simone Henrique Dias, sem a disputa, a bandeira do povo é outra: cobrar as promessas de campanha. “Tem que correr atrás, vai ter que rebolar muito, porque de promessa o povo já está cheio”, afirma Dias.

Confira as cidades do Paraná que possuem apenas um candidato a prefeito:
Altamira do Paraná, Araruna, Assis Chateaubriand, Bom Jesus do Sul, Brasilândia do Sul,Cidade Gaúcha, Itaguajé, Janiópolis, Miraselva, Santa Izabel do Oeste, Santa Mariana, São Jorge do Ivaí, São José da Boa Vista E Terra Boa

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Richa lança Escola 1.000 e anuncia promoções e progressões a servidores

O governador Beto Richa lançou nesta terça-feira (27) o programa Escola 1.000, que vai destinar R$ 100 milhões para mil escolas da rede pública estadual realizarem obras de reformas e melhorias. Em solenidade que lotou o hall de entrada do Palácio Iguaçu, com a presença de estudantes, professores, diretores e chefes de núcleos da educação, o governador também anunciou o pagamento das promoções e progressões dos servidores estaduais, o que será feito a partir de janeiro de 2017, e confirmou o chamamento, no início do ano que vem, de 300 professores remanescentes do concurso feito em 2013. 

A partir deste ano, anunciou o governador, os professores irão indicar um professor ou diretor de escola para ser homenageado com a Ordem do Pinheiro, honraria máxima do Governo do Estado, conferida a pessoas que contribuem com o desenvolvimento social do Paraná. 

Organizado pela Casa Civil do Governo do Paraná e pela Secretaria de Estado da Educação, o programa Escola 1.000 contempla quase a metade de toda a rede estadual, formada por 2,1 mil unidades e um milhão de estudantes. “Educação é nossa prioridade”, afirmou Beto Richa. “Esse programa representa um grande avanço na democratização da gestão das escolas, pois envolve toda a comunidade escolar em audiências públicas para decidir onde aplicar os recursos. Foi uma decisão muito democrática e transparente de toda a comunidade escolar”, enfatizou o governador. 

Richa ressaltou que foram feitas audiências públicas em todas as regiões do Estado para que as chefias dos núcleos regionais, junto com os diretores de escolas, elegessem as mil escolas que mais precisavam de apoio imediato para fazer reforma e melhorar as condições de ensino. “Os recursos serão depositados diretamente nas contas dos colégios estaduais. Isso demonstra mais um avanço na democratização das gestão das nossas escolas e a absoluta confiança da comunidade escolar nos professores e diretores”, completou o governador.

COMUNIDADE ESCOLAR – O envolvimento da comunidade escolar foi peça-chave na construção do programa. De acordo com o secretário chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, a intenção foi, justamente, permitir que estudantes, pais, professores e funcionários definissem as obras prioritárias. 

“A participação de todos é fundamental, tanto pela escolha da intervenção que será feita quanto pela transparência e controle da aplicação do dinheiro, que pode ser usado para pintura, melhorias em laboratórios, reparos em banheiros. Ninguém melhor que a comunidade escolar para fazer essas escolhas e acompanhar depois a aplicação do dinheiro”, comentou Rossoni.

O chefe da Casa Civil explicou que a Superintendência de Educação (Sude) da Secretaria da Educação irá fiscalizar as obras nos colégios. “O pagamento da obra será feito pelo diretor da escola com a participação da comunidade escolar e a fiscalização dos engenheiros da Sude e da Cohapar”, explicou. “Nosso desejo é que até o início do ano letivo as obras já estarão prontas”, afirmou.

PARA OS ESTUDANTES – Serão feitas melhorias como reformas em quadras esportivas, banheiros, serviços de pintura, reparos nas redes elétrica e hidráulica, calçamento, troca de telhados e forros, entre outras. As obras foram definidas durante audiências públicas realizadas ao longo do mês de agosto. “Ficamos encantados com a participação de todos, isso é gestão participativa”, afirmou a secretária da Educação, professora Ana Seres.

A secretária agradeceu o empenho do governador Beto Richa em apoiar a área da educação e destacou que a melhoria em infraestrutura terá reflexos pedagógicos. Ana Seres disse que todos os investimentos em educação feitos pelo Governo do Estado têm como objetivo maior beneficiar o estudante. “Isso se reflete no nosso Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, que evoluiu na rede pública paranaense”, frisou a professora. 

Na rede estadual, o índice passou de 3,4 no ensino médio para 3,6. Nos anos finais no ensino fundamental, subiu de 4,1 para 4,3 e avançou de 5,8 para 6,1 nos anos iniciais. 

DIA FELIZ – Dulce Lomba, diretora do Colégio Estadual Professora Carmelita de Souza Dias, de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado, disse que as melhorias irão beneficiar cerca de 800 alunos. “O colégio Carmelita está hoje muito feliz. Nós vamos aplicar esse dinheiro para aumentar o potencial de energia elétrica. Um grande sonho da nossa escola é ter sala de aulas climatizadas. Saímos daqui com boas novas. Temos avançado dia a dia e creio que grandes avanços ainda virão”, afirmou. 

A chefe de núcleo de Curitiba, Vivian Rita Meza Siqueira de Oliveira, definiu o programa como maravilhoso. "Nosso foco é pedagógico, mas a estrutura faz toda a diferença. Todo diretor quer deixar sua escola arrumada", declarou. Em Curitiba, 62 escolas estão contempladas no programa.

Antônio Batista Dias, diretor do Colégio Estadual Santa Bárbara, de Adrianópolis, no Vale do Ribeira, conta que os 400 estudantes comemoraram a chegada dos recursos. “É uma oportunidade para melhorar o ambiente escolar e as condições de trabalho de todos. Nosso prédio tem mais de 60 anos e precisamos de obras no telhado”, contou o diretor.

INVESTIMENTOS – O Escola 1.000 vem complementar os diversos investimentos feitos pelo Governo do Estado na área. No período de 2011 até este ano, já foram aplicados R$ 42 bilhões na educação. Esse montante é 23% superior ao aplicado de 2003 a 2010. A remuneração dos profissionais também evoluiu, com acréscimo de 82% nos últimos cinco anos. 

O Paraná ainda se destaca no cenário nacional quando o assunto é alimentação escolar. O investimento com a aquisição de gêneros alimentícios para suprimento do Programa Estadual de Alimentação Escolar no período de 2011/2016 chegará a R$ 605 milhões, sendo R$ 143,8 milhões destinados às cooperativas e associações no fornecimento de gêneros da agricultura familiar. Até 2010, o Governo do Estado investia R$ 3 milhões na aquisição de merenda da agricultura familiar. Hoje o valor alcança R$ 38 milhões.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os presidentes da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, e do Conselho Estadual de Educação, Oscar Alves; os secretários de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes; da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho; do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antonio Bonetti; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Junior; do Esporte e Turismo, Douglas Fabrício; e do Planejamento, Cyllêneo Pessoa; o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion; o procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfogia; o diretor-geral do Detran-PR, Marcos Traad; o deputado federal Alex Canziani; e os deputados estaduais Luiz Cláudio Romanelli; André Bueno, Alexandre Curi; Élio Rush, Jonas Guimarães, Tião Medeiros, Paulo Litro, Guto Silva, Tiago Amaral, Bernardo Ribas Carli e Plauto Miró.

BOX

Para diretores e chefes de núcleos melhorias vão refletir na qualidade da educação


Chefes de núcleos de educação e diretores dos colégios contemplados no programa Escola 1.000 afirmam que a melhoria nas estruturas dos colégios irão refletir diretamente na segurança e na aprendizagem do estudantes. É o que afirma a chefe do Núcleo Regional de Foz do Iguaçu, Ivone Mueller. “As estruturas físicas de nossa escola vão melhorar e, em consequência, a qualidade da educação que ofertamos. A aprendizagem vai acontecer de forma mais eficiente e com maior conforto para alunos e funcionários”, declarou.

Ela destacou o impacto positivo do Escola 1.000. “Este projeto está sendo imensamente comemorado pelas comunidades escolares porque elas puderam optar, elencaram as reais necessidades de cada unidade e vão fiscalizar as obras”, explicou Ivone. “As escolas têm inúmeras questões para solucionar e esses recursos vêm em uma hora muito boa”, salientou. 

O Colégio Estadual Otalípio Pereira de Andrade, de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, vai receber nova pintura, revitalização de espaços e da cancha de esportes e terá o muro reformado. “Uma parte do muro não está adequada e pode comprometer a segurança. Por isso, precisa ser refeito”, contou a diretora, Bernadete Pereira. “Nós tentamos sempre fazer a manutenção e pequenas reformas com o fundo rotativo, mas não temos dinheiro suficiente para reformas maiores como essa. Já tínhamos recebido uma verba que usamos para trocar o telhado e pintar alguns blocos. Agora, nossa escola está sendo ainda mais beneficiada”, afirmou.

A diretora Maria Aparecida Branco, do Colégio Estadual Professora Adélia Lopes, de Jataizinho, explicou que as obras prioritárias da escola foram definidas pelos pais, representantes da comunidade, conselho escolar, grêmio estudantil e pela Associação de Pais e Mestres. “Eles indicaram as principais necessidades e agora, com esses recursos, vamos priorizá-las”, afirmou. “Uma escola que tem uma estrutura bacana para atender os alunos traz muito benefícios positivos, já que os estudantes vão se sentir bem na escola”, disse. 

Em Matinhos, no Litoral do Estado, entre as escolas que irão receber os recursos está o Colégio Estadual Tereza Aparecida Ramos. “Com a melhoria das nossas salas de aula, vamos propiciar o que há de melhor para os nossos 800 alunos, que participaram muito na discussão do que é prioridade”, afirmou o diretor Jean Carlo Brunkhost.


http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=90995&tit=Richa-lanca-Escola-1.000-e-anuncia-promocoes-e-progressoes-a-servidores

Eleitores não podem ser presos a partir de hoje

A partir de hoje (27), eleitores não podem ser presos ou detidos, salvo em flagrante ou para cumprimento de sentença criminal. A regra está prevista no Código Eleitoral, que entrou em vigor em 1965 e serve para garantir a liberdade do voto. No próximo domingo (2), mais de 144 milhões de eleitores vão às urnas para eleger vereadores e prefeitos. A regra vale até 48 horas após o encerramento do pleito.

Na prática, mandados de prisão não devem ser cumpridos pela Polícia Federal, principalmente na Operação Lava Jato, até a semana que vem, para evitar nulidades nos processos criminais. A regra foi inserida na legislação eleitoral em 1932, com o objetivo de anular a influência dos coronéis da época, que tentavam intimidar o eleitorado. Atualmente, juristas questionam a impossibilidade das prisões, mas a questão nunca foi levada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A proibição está no Artigo 236, do Código Eleitoral, e o texto diz: "Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto."

Polícia Civil prende sete pessoas em ações distintas durante Operação Impacto

Sete pessoas foram presas em três diferentes ações realizada pela equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), no último final de semana, em Curitiba. A ação faz parte da Operação Impacto, coordenada pela Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária e deflagrada desde a semana passada.

As prisões aconteceram por furto qualificado, tráfico de drogas, porte ilegal de armas e ainda um cumprimento de mandado de prisão por violência doméstica. 

Robson José da Silva, 38 anos, e Thiago Roberto Eduardo, 30 anos, foram presos em flagrante na tarde de sábado (24), após aplicar um golpe em uma agência bancária do Juvevê, contra uma senhora de 61 anos. 

“A dupla estava no interior da agência observando as pessoas que utilizavam os terminais eletrônicos, ao notar dificuldade da aposentada se aproximaram e ofereceram ajuda. Momento em que pegaram os dados e a senha do cartão da vítima e devolveram um cartão genérico no lugar”, falou o delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown, completou falando que “a prisão de Silva e Eduardo aconteceu logo na sequencia, após a vítima pedir ajuda para uma equipe do Cope que estava nas proximidades do local dos fatos”.

Durante a abordagem, a equipe encontrou uma maquineta de cartão – utilizada em estabelecimentos comerciais – dentro do carro dos suspeitos. Eles passavam o cartão das vítimas na máquina, logo após aplicar o golpe, para garantir o furto.

Em continuidade as diligências, os policiais chegaram até a residência de Silva, localizada em Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba – RMC), onde encontraram celulares, relógios e diversos cartões genéricos utilizados na prática dos golpes. Alguns cupons fiscais comprovando que os pertences haviam sido adquiridos com os cartões das vítimas, também foram apreendidos.

A equipe constatou ainda, que na manhã do mesmo dia a dupla havia aplicado o mesmo golpe contra outra senhora em uma agência bancária no bairro Bacacheri. O crime aconteceu pela manhã, e 15 minutos depois os suspeitos já tinha roubado cerca R$3 mil da vítima. “Os homens são suspeitos por um roubo a uma lotérica localizada no bairro Uberaba, ocorrido no dia 20 de setembro deste ano”, lembrou o delegado.

A dupla responderá pelo crime de furto qualificado, pois os cartões furtados eram utilizados para benefício próprio. Ambos estão presos no Cope à disposição da Justiça.

AÇÃO CONJUNTA – Em uma ação realizada na sexta-feira (23), em conjunto com a Guarda Municipal, com o objetivo de vistoriar hotéis e estabelecimentos comerciais do Centro de Curitiba, os policiais prenderam três pessoas. 

Lucas de Freitas Pereira, 19 anos, e Carlos Eduardo Batista da Silva, 24 anos, estavam em um dos quartos de um hotel no momento da operação. Com eles a polícia apreendeu maconha e pedras de crack. Já Alex Sandro, 27 anos, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão por violência doméstica. Ele foi preso em uma via pública, próximo a um hotel do Centro da cidade.

PORTE ILEGAL –Ainda na sexta-feira (23), uma equipe do Cope prendeu em flagrante Luiz Fernando Rodrigues, 18 anos e Sidney de Oliveira, 52 anos, em São José dos Pinhais – RMC, durante diligências na cidade. Com a dupla, os policiais apreenderam duas armas de fogo.


http://www.policiacivil.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=12723&tit=Policia-Civil-prende-sete-pessoas-em-acoes-distintas-durante-Operacao-Impacto

Nove pequenas usinas catarinenses vencem leilão da Aneel

O 1º Leilão de Energia de Reserva de 2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi realizado na última sexta-feira, 23. Das 30 usinas selecionadas no país, nove são catarinenses, cujos investimentos somam R$ 165 milhões.

“Santa Catarina liderou em número de projetos cadastrados e, cabe ressaltar, que oito desses empreendimentos são do programa SC+Energia, do Governo do Estado”, salientou o diretor de Desenvolvimento Econômico da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), João de Nadal.

Lançado há um ano, o SC+Energia - Programa Catarinense de Energias Limpas, estimula investimentos de energias renováveis, como Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), além da energia eólica, solar e biomassa. Já foram cadastrados 77 projetos no programa, com produção de mais de três mil megawatts (MWs).

No leilão da Aneel foram contratadas 19 PCHs, com 164,4 MW de potência, e 11 CGHs, que vão gerar 15,9 MW. Além de Santa Catarina, foram contemplados Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins. As usinas terão que ser concluídas para entregar energia a partir de março de 2020.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

PF prende dono de posto suspeito de fornecer combustível para eleitores na RMC

A compra de votos, com o fornecimento de combustível, por exemplo, é crime de corrupção eleitoral. (Imagem ilustrativa/Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante, neste sábado (24), um homem que estaria fornecendo combustível para os eleitores. O caso aconteceu no Centro de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.
“Eu estava passando pelo local e percebi a movimentação por ali. Eu estranhei, por ser a PF, e fiquei curioso para saber o que estava acontecendo”, disse um morador da região à Banda B.
Procurada pela reportagem, a PF informou que investigava essas informações a pedido do Ministério Público do Paraná (MPPR). Na tarde de sábado, os policiais estiveram no local e prenderam o dono do posto em flagrante.
Ele foi conduzido para a Superintendência da PF em Curitiba. O nome dele e do estabelecimento não foram divulgados. Segundo o artigo 299 do Código Eleitoral, esse crime é previsto como corrupção eleitoral, com pena de até quatro anos e multa.

Boletim atualizado em 26/09 sobre doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e focos do mosquito

A Prefeitura de Itapoá através da Secretaria Municipal de Saúde lançará semanalmente um boletim com informações oficiais sobre casos de dengue, zika vírus e chikungunya.
O informativo poderá ser visualizado no site oficial da prefeitura e no facebook (www.facebook.com/prefeituradeitapoa) do município. A medida visa evitar informações falsas.

Dengue
Casos notificados = 26
Casos confirmados = 3
Casos descartados = 23
Casos em investigação = 00
Zika vírus
Casos notificados = 04
Casos confirmados = 01
Casos descartados = 03
Casos em investigação = 00
Chikungunya
Casos notificados = 09
Casos confirmados = 00
Casos descartados = 09
Casos em investigação = 00
Focos do mosquito: 32 (31foram encontrados em Itapema do Norte e um no Balneário Palmeiras).
A vigilância epidemiológica pede a atenção e colaboração dos moradores de todo o município para não deixar água parada em pratos de plantas, baldes, cisternas, latas e brinquedos. Além de manter caixas d’água tampadas e piscinas tratadas.

Queda de avião mata piloto em Maringá durante show aéreo

Um homem de 62 anos morreu no fim da tarde deste sábado (24) em Maringá, no Norte do Paraná, depois que a aeronave que ele pilotava caiu e se chocou contra o solo, durante um show de acrobacias. O acidente foi por volta das 17h25 e ocorreu a cerca de 100 metros do aeroporto do município. Apenas o piloto estava no avião.
Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Maringá, o buraco formado pelo impacto da queda chegou a cinco metros de profundidade. Foi necessário o uso de uma retroescavadeira para retirar os destroços e o corpo, que só foi liberado do local três horas depois do acidente.
O avião, de modelo Extra 230, era pilotado por Luiz Carlos Basson Dell’Aglio, presidente do Comitê Brasileiro de Acrobacia e Competições Aéreas (CBA). A entidade confirmou o óbito e emitiu uma nota de pesar por causa da tragédia. O corpo da vítima será velado em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. O enterro está marcado para esta segunda-feira (26), segundo a CBA.
A exibição fazia parte de uma das demonstrações da 19ª Feira Internacional de Aviação-EAB Air Show, que começou no último dia 21 de setembro. A assessoria de imprensa do evento disse que, por enquanto, não vai comentar o caso, mas informou que as causas da queda já estão sendo investigadas.
O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) disse, também por meio de sua assessoria de imprensa, que uma equipe do órgão já foi deslocada para Maringá para dar início ao processo de investigação.
Conforme a EAB Air Show, Dell´Aglio era considerado um dos maiores nomes da aviação acrobática. Ele tinha mais de 19 mil horas de voo, sendo cerca de 1,6 mil somente em acrobacias aéreas.

Paraná anuncia Roberto Fernandes como técnico; ex-zagueiro será auxiliar

Roberto Fernandes exalta reação do Confiança (Foto: Osmar Rios)

Roberto Fernandes comandava o Confiança, na disputa da Série C do Brasileiro (Foto: Osmar Rios)

Com a confirmação da saída de Marcelo Martelotte, Tricolor engatilhou a contratação de ex-treinador do Confiança-SE. Ageu Gonçalves assume função técnica no clube


Logo depois de confirmar a demissão do técnico Marcelo Martelotte, o Paraná Clube anunciou o novo treinador. Quem assume o comando técnico do Tricolor é Roberto Fernandes, que chega ao clube acompanhado do preparador físico Rogério Juidecce de Souza. A apresentação da dupla será nesta segunda-feira. 
O auxiliar técnico do grupo será um ídolo paranista, Ageu Gonçalves. A diretoria comemora a volta do ex-zagueiro ao clube. Como jogador, ele defendeu o Tricolor em nove temporadas e é um dos aletas que mais vestiu a camisa do Paraná. Na trajetória como auxiliar, Ageu tem no currículo os títulos nacionais do Cruzeiro (2013 e 2014) e um do Palmeiras (Copa do Brasil 2015). A apresentação dele será feita posteriormente durante a semana, por conta de um curso na CBF. 

Roberto Fernandes já esteve no comando de equipes como Náutico, Fortaleza, Paysandu, América-RN e ABC. Em 2008, o técnico passou pelo estado do Paraná, ao comandar o Atlético-PR. O treinador estava no Confiança-SE, na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. 
Roberto Fernandes também afirma ter inspiração na Europa. No início de 2016, visitou clubes portugueses e conheceu o trabalho do Atlético de Madrid. O período de viagem também teve visitas à Lázio e ao Palermo. 
– Eu senti essa necessidade maior de especialização. Por quê? Porque muito antes do 7 a 1, já era muito evidente que o futebol estava se encaminhando no Brasil, na América do Sul, para um futebol próximo do europeu. Quer dizer, futebol tático. Faz  tempo que o futebol deixou de ser aquela coisa de apenas um jogador decidir. Eu acredito que o futebol europeu, no quesito da parte tática, está muito na nossa frente – disse o técnico, em entrevista na última semana
O desafio de Roberto Fernandes é tirar o Paraná da posição desconfortável do meio da tabela. Com 33 pontos, o Tricolor está na 14ª colocação. Ele é o quarto comandante do clube na temporada. Entre as passagens de Claudinei Oliveira e Marcelo Martelotte, o interino Fernando Miguel ficou à frente do Paraná por uma rodada. 
O Paraná Clube volta a campo na próxima quinta-feira, diante do Goiás, às 21h (horário de Brasília), no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O jogo é válido pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
Veja a nota oficial do Paraná sobre a contratação do novo técnico:
O Paraná Clube definiu na noite deste domingo (25) o seu novo treinador para o restante da temporada. Roberto Fernandes, 45 anos, irá comandar a equipe na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 33 pontos e na 14ª colocação, o Tricolor terá, na sequência, dois jogos fora de casa, contra Goiás e Luverdense. O treinador vem acompanhado do preparador físico Rogério Juidecce de Souza.

Roberto Fernandes terá como auxiliar técnico um ídolo da torcida tricolor. Ageu Gonçalves assume a função, voltando ao clube que o projetou para o futebol nacional.

Roberto Fernandes tem várias passagens por muitos clubes tradicionais do futebol brasileiro, como Náutico, Fortaleza, Paysandu, América-RN e ABC. No seu último trabalho, comandou o Confiança na disputa da Série C. O treinador será apresentado ao grupo nesta segunda-feira e terá apenas três dias para trabalhar o time visando o compromisso em Goiânia, na quinta-feira, às 21h, no Serra Dourada.
O retorno de Ageu à Vila Capanema já vinha sendo idealizado pela diretoria há tempos. Conhecido por sua raça dentro de campo – como zagueiro, lateral ou volante –, Ageu está na galeria dos atletas que mais vestiram a camisa do Paraná em toda a história. Ele só irá se apresentar no início da próxima semana, pois está realizando curso na CBF. Como auxiliar, tem no currículo os títulos nacionais pelo Cruzeiro (Brasileiros de 2013 e 2014) e pelo Palmeiras (Copa do Brasil 2015).

PR, Cai desigualdade salarial entre homens e mulheres no Estado

A desigualdade entre salários de homens e mulheres diminuiu nos últimos anos no Paraná, mostra a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada pelo Ministério do Trabalho. O salário médio dos homens no Estado foi de R$ 2.629 em 2015, contra R$ 2.206 das mulheres, uma diferença de 19%. 

De acordo com dados da Rais, em 2014 os homens ganhavam 21% mais do que as mulheres no Paraná. Em 2010, essa diferença era ainda mais significativa, de 23% no Estado.

O Paraná tem hoje a menor disparidade de salários entre os sexos do Sul e do Sudeste. No Rio Grande do Sul, os homens ganhavam, em média, 21% mais do que as mulheres em 2015. No Espírito Santo, essa proporção era de 22%, Minas Gerais (24%), Rio de Janeiro (24%), São Paulo (24%) e Santa Catarina (26%).

“Mesmo com o crescimento do salário médio em geral, a diferença vem caindo. Isso pode ser explicado por uma mudança estrutural registrada nos últimos anos. As mulheres, especialmente as jovens, têm mais anos de estudo do que os homens, o que tem se refletido em maiores remunerações. Esse avanço é muito saudável porque as mulheres sempre tiveram salários menores do que os homens”, diz Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social). 

Entre 2010 e 2015, o salário médio das mulheres no Paraná subiu 63,7% - de R$ 1.317 para R$ 2.206 - contra uma evolução de 58,8% dos homens, de R$ 1.656 para R$ 2.629.

De acordo com Suzuki Júnior, essa desigualdade deve reduzir ainda mais nos próximos anos. O economista lembra, contudo, que alguns fatores, como a preponderância da mão de obra feminina no trabalho doméstico e a maior incidência de jornada de trabalho de seis horas entre as mulheres ainda pressionam para baixo o salário feminino. 

MAIORES SALÁRIOS - O levantamento do Ipardes com base na Rais também mostra as áreas que lideram a remuneração da mão de obra feminina no Estado. No ano passado, o setor de eletricidade e gás foi a que pagou os maiores salários para as mulheres, com remuneração média de R$ 5.558.

Em segundo lugar ficou a atividade financeira, seguros e serviços relacionados, com R$ 4.519, em terceiro educação (R$ 3.364), em quarto lugar administração pública, defesa e seguridade social (R$ 3.331) e serviços de água, esgoto, atividade de gestão de resíduos e descontaminação na quinta colocação, com com R$ 3.152.

Na outra ponta, os menores salários para as mulheres estão na agricultura, pecuária e produção florestal, pesca e aquicultura, com R$ 1.313; alojamento e alimentação, com R$ 1.251; e serviços domésticos, com R$ 994.


http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=90958&tit=Cai-desigualdade-salarial-entre-homens-e-mulheres-no-Estado

Santa Catarina reage à crise e gera mais de 3 mil empregos com carteira assinada

De acordo com os registros no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira, 23, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), no mês de agosto o saldo de empregos foi positivo. Foram preenchidas 3.014 vagas com carteira assinada em Santa Catarina. "Conforme previsto, Santa Catarina foi o último estado a entrar na crise e está sendo o primeiro no Sul país a sair dela, com estes indicadores positivos. Com a proximidade da temporada das festas de outubro e do verão, não temos dúvida que estes indicadores serão ainda mais positivos para os próximos meses", afirma o secretário de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Geraldo Althoff.

O saldo de empregos no mês foi o resultado da diferença entre 73.122 admissões contra 70.108 desligamentos. Na comparação com a série histórica, o desempenho do mercado de trabalho em agosto foi melhor em comparação ao ano de 2015, em que o estado teve um saldo bastante negativo. Ccontudo, em relação aos anos compreendidos entre 2002 a 2014, o saldo de empregos em agosto, embora positivo, ainda é o menor.

Em Santa Catarina, os setores de atividade econômica que apresentaram resultado positivo no mês de agosto foram: Serviços, que abriu 1.959 novas vagas de emprego; Indústria de Transformação, que abriu 1.702 vagas; Agropecuária, que abriu 62 vagas; e setor de Extrativa Mineral, que gerou 14 oportunidades de emprego.

Dentro do setor da Indústria da Transformação, destacam-se o subsetor da Indústria têxtil do vestuário e artefatos de tecidos, com a geração de 1.021 vagas e a Indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico com 510 novas vagas. Os piores desempenhos ficaram por conta do subsetor Indústria do material de transporte, com o fechamento de 327 postos de trabalho e da Indústria da madeira e do mobiliário, que fechou 108 postos de trabalho.

Caged
O Ministério do Trabalho e Emprego controla as admissões e demissões de empregados sob o regime da CLT que ocorrem no país. A Lei 4.923/65 instituiu essa obrigação criando o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. 

domingo, 25 de setembro de 2016

CAMPEONATO DE FUTSAL DE BASE

 Neste sábado foi realizado mais uma rodada do campeonato de futsal de base com cinco partidas, com os seguintes resultados.

MALAGA  6  X  5 UGA UGA         SUB 15  
CORITAPOÁ  7  X   3  ASEPI         SUB  13
UGA  UGA   6    X 2  MARUMBI   SUB 13
UGA  UGA   5  X   2  C A  ITAPOÁ SUB 15
CORITAPOÁ 4  X  5 LUCAS GUIMARÃES  SUB 15
ÁRBITRAGEM  ESTEVE A CARGO  DE GERALDO PORTO E HAIMON  HENRIQUE.  











Com gol no finalzinho, Londrina vence Vila Nova fora e entra no G4 da Série B

Um gol aos 46 minutos da etapa final valeu ao Londrina a entrada no G4 da Série B. O Tubarão venceu o Vila Nova jogando fora de casa por 2 a 1 e ingressou no grupo dos quatro primeiros colocados da competição. Os dois gols do time paranaense foram marcados por Zé Rafael.
Jogando fora de casa, o Londrina abriu o placar com Zé Rafael e ia encaminhando uma boa vitória até o final da partida. Mas aos 42 minutos Simião deixou tudo igual e já ia frustrando a equipe paranaense. Mas Zé Rafael marcou um golaço aos 46 da etapa final e garantiu os três pontos para o Tubarão longe de casa.
Chegando aos 42 pontos, o LEC entra no G4 da Série B com a mesma pontuação do terceiro colocado, Avaí. Para fechar a rodada entre os quatro primeiros, a equipe espera o resultado do jogo do Brasil de Pelotas, que pode chegar aos 43 pontos se vencer o Tupi, fora de casa, ainda neste sábado (24).

http://www.bandab.com.br/esportes/com-gol-no-finalzinho-londrina-vence-vila-nova-fora-e-entra-no-g4-da-serie-b/