domingo, 22 de outubro de 2017

Temporal deixa mais de 50 casas destelhadas na Grande Curitiba

Foto: Bruno Fávaro/RPC


Com rajadas de vento chegando a 75 quilômetros por hora, a madrugada deste domingo (22), foi de medo para os moradores do município de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba (RMC). De acordo com a Defesa Civil, 57 casas ficaram danificadas, a maioria destelhada, e diversas árvores foram derrubadas. O Colégio Estadual Valdevino Parolin Acordes teve a estrutura bastante abalada pelo temporal.
Conforme a Defesa Civil, os bairros mais afetados são o Santa Maria e o Jardim Veneza. Segundo o órgão, 21 pessoas continuam desalojadas na cidade, mas nenhuma desabrigada. Em Curitiba, foram atendidas 10 ocorrências de residências danificadas.

Balanço

Os temporais da madrugada deste domingo afetaram 27 municípios do Paraná, atingindo cerca de 2 mil paranaenses e deixando 255 casas danificadas. A cidade mais afetada foi Pato Branco, no Sudoeste do Estado, onde 78 casas ficaram destelhadas. Depois vem Fazenda Rio Grande e em seguida Ponta Grossa e Realeza, com 20 casas danificadas em cada uma.

Previsão

O domingo segue com chuvas no Paraná. O risco de algum temporal ao longo do dia é menor, mas ainda permanece em setores mais próximos de São Paulo, regiões onde esquenta um pouco mais. Na maior parte do Estado destaque para o acumulado de chuva na metade oeste. Gradualmente o tempo vai melhorando a partir do oeste, sudoeste e o sul paranaense.

Menina de seis anos que sonha em ser policial militar é surpreendida com festa de aniversário

O aniversário de seis anos de Emanuelly Victoria Fonseca Pereira nunca será esquecido. Com o sonho de se tornar policial militar, ela foi surpreendida pelo Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD) neste sábado (21) e ganhou em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, uma comemoração diferente. Durante a festa em sua casa, ela teve a oportunidade de conhecer o que tanto a inspira e confirmou a vontade de seguir na profissão.

Segundo a mãe da pequena, Daniele Pereira de Oliveira, uma viatura costuma fazer patrulha perto da escola dela, o que sempre reforça esse sonho. “Ela faz questão de cumprimentar o policial de plantão e me pediu esses dias se poderia conhecer o Batalhão. Foi quando falei com os policiais e conseguimos promover essa surpresa”, comentou.
O aniversário contou com a ajuda de comerciantes locais, que possibilitaram que um bolo, salgadinhos e refrigerantes fossem levados até a casa de Emanuelly.
Para a soldado Ariadne Cabral, o aniversário foi emocionante para todos que lá estiveram. “É tão difícil ver uma mulher na rua, na patrulha, então saber que podemos inspirar meninas é muito legal. Nosso trabalho é um pouco pesado, mas fazemos com amor, é muito bom ver uma criança dar uma resposta como essa”, disse.

Jovem de 25 anos morre atingido por raio em estrada rural do interior do Paraná

Jovem foi atingido por raio em entrada rural da região de Cascavel (Foto: Cícero Bittencourt/ RPC Cascavel)

Um rapaz de 25 anos morreu neste sábado (21) após ser atingindo por um raio em uma estrada rural de Cascavel, no oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), o rapaz morava em Catanduvas e seguia para Cascavel de moto para trabalhar quando foi atingido.
A roupa do jovem ficou completamente queimada, segundo a família.
Dados do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) indicam que entre 0h e 11h45 deste sábado caíram 372 raios na região de Cascavel.

sábado, 21 de outubro de 2017

NO "APITO" Pênalti inexistente tira vice-liderança do Paraná Clube

Um pênalti inexistente tirou do Paraná Clube a vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. O Tricolor impôs a sua forte marcação, deu poucas chances ao América Mineiro, mas ficou no empate por 1x1 neste sábado (21), no estádio Independência, em Belo Horizonte. Com o resultado, o time do técnico Matheus Costa segue na 4ª colocação, dois pontos à frente do Vila Nova-GO.

Sem contar com três titulares, Matheus Costa apostou na manutenção da mesma estrutura tática, escalando Júnior, Vitor Feijão e Rafhael Lucas nas cagas dos suspensos Cristovam, Renatinho e Alemão. Logo aos 3 minutos, o Paraná chegou forte ao ataque. No cruzamento de Júnior, Rafhael Lucas bateu de primeira e o goleiro João Ricardo mandou pela linha de fundo.

Firme na defesa, o Tricolor chegou ao gol aos 28 minutos. Em jogada individual, Feijão passou por Pará e foi derrubado na área. Pênalti, que João Pedro cobrou com precisão: 1x0. Com a vantagem, o Paraná compactou ainda mais suas linhas de marcação e o América passou a viver de chutes de longa distância, mas sem levar perigo à meta de Richard.

Para piorar o cenário, o Paraná perdeu João Pedro, lesionado. Matheus Costa colocou Murilo Rangel no meio-de-campo. No começo do segundo tempo, Feijão cruzou, mas Messias tirou antes da chegada de Rafhael Lucas. O Coelho seguia arriscando de fora da área, em chutes de Ruy. Mas, aos 23 minutos, veio o lance que decidiu a partida. Luan caiu na área e o árbitro marcou pênalti no atacante do time mineiro.

Bill cobrou no canto direito e empatou o jogo. O Paraná até ameaçou a meta mineira, mas Feijão estava impedido no cruzamento de Robson. O Tricolor, agora, volta a campo na terça-feira, no alçapão da Vila Capanema, para mais uma decisão. O jogo será contra o Vila Nova – às 21h30 – e uma vitória coloca o Paraná bem próximo do seu objetivo. “Uma grande final”, nas palavras de Matheus Costa, visivelmente frustrado com o empate, em mais um erro da arbitragem.

América-MG 1x1 Paraná Clube
América: João Ricardo; Norberto, Rafael Lima, Messias e Pará (Neto Moura); Ernandes, Juninho, Ruy e Matheusinho (Renan Oliveira); Luan e Bill (Edno). Técnico: Enderson Moreira.
Paraná: Richard; Júnior, Maidana, Eduardo Brock e Igor; Vinicius Kiss (Jhony), Gabriel Dias, Vitor Feijão e João Pedro (Murilo Rangel); Robson (Felipe Alves) e Rafhael Lucas. Técnico: Matheus Costa.

Local: Independência (Belo Horizonte-MG)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Renda: R$ 19.466,00
Público pagante: 6.697
Gols: João Pedro (pênalti) aos 28’ do 1º tempo. Bill (pênalti) aos 23’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Bill e Pará (América). Robson (Paraná)

Departamento de Comunicação - PRC

Na tribuna, deputados resumem principais temáticas legislativas da semana

O resumo da semana foi Temer salva Aécio, e Aécio salva Temer”, disse o deputado Cesar Valduga (PCdoB), ao comentar, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (19), as decisões da Câmara dos Deputados e do Senado Federal que livraram o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB/MG). “Em contrapartida, nunca o Planalto liberou tantas emendas parlamentares”, apontou Valduga. Segundo ele, as benesses são comparáveis apenas às emendas que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso liberou para garantir a aprovação da reeleição.
Valduga disse que em troca de barrar a investigação, Temer negociou com a bancada ruralista a extinção das políticas de enfrentamento ao trabalho escravo ou análogo à escravidão. Entre outras medidas, proibiu a divulgação em lista pública das empresas que utilizam trabalho análogo ao escravo em suas atividades. “Somente este ano, foram registradas 250 empresas que utilizam esse tipo de mão de obra, muitas delas de Santa Catarina”, ressaltou o parlamentar, autor de um projeto de lei que prevê a cassação da inscrição de empresas catarinenses que façam uso de trabalho escravo no cadastro do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
Outro assunto de repercussão nacional abordado no plenário durante a sessão foi a decisão liminar de um juiz do Distrito Federal que proibiu os profissionais da enfermagem de prescreverem exames e procedimentos, por serem atos exclusivos dos médicos. Essa liminar foi derrubada na quarta-feira (18) por outra decisão liminar, agora do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), mas o mérito da ação movida pelo Conselho Federal de Medicina ainda não foi julgado, conforme alertou a deputada Luciane Carminatti (PT). Ela destacou a importância da atuação dos enfermeiros para garantir o pleno funcionamento do sistema de atenção básica à saúde, uma vez que não há médicos suficientes e os enfermeiros agilizam a realização de testes básicos e pedidos de exames para controle pré-natal e de doenças crônicas, por exemplo. Luciane confirmou que, no dia 31 de outubro, a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa promoverá audiência pública para debater essa e outras ameaças ao funcionamento da atenção básica.

Lagoa de Potecas
A realização de uma audiência pública em São José, nesta quinta-feira (19), para tratar da situação da lagoa de resíduos sólidos do Bairro Potecas, foi o assunto levado à tribuna pelo deputado Mario Marcondes (PSDB). O pedido de audiência foi feito por ele, em função de muitas reclamações e reivindicações da comunidade, que há cerca de 15 anos reclama do desconforto causado pelo mau cheiro da lagoa, que recebe parte do esgoto sanitário de São José da área continental de Florianópolis. “Eu espero que o representante legal da Casan compareça à audiência para dizer o que efetivamente será feito para solucionar o problema”, disse Marcondes.

Jovem rural
José Milton Scheffer (PP) comentou os resultados do Seminário Estadual do Jovem Rural, realizado na segunda-feira (16), em Chapecó, pela Comissão de Agricultura e outros parceiros. A necessidade de sucessão nas propriedades, em função do envelhecimento da população rural, foi o principal assunto do seminário, que contou com a participação de 300 jovens. Conforme Scheffer, em cinco décadas o percentual de pessoas que moram no meio rural reduziu de 77% para 16%. “Santa Catarina tem uma população de 5,2 milhões de pessoas no meio urbano e aproximadamente 1 milhão de pessoas no meio rural. Mas na idade de 20 a 29 anos temos apenas 159 mil pessoas no meio rural, ou seja, 15% do total são jovens.”
Para assegurar a permanência dos jovens no meio rural e a sobrevivência do modelo de pequena propriedade, é preciso garantir formação, tecnologia, ferramentas de gestão e acesso ao crédito, conforme análise do deputado. Ele disse ainda que os avanços tecnológicos, a sanidade animal e a produção de alimentos saudáveis têm possibilitado a agregação de valor aos produtos.
Frigorífico
Reunião realizada em Florianópolis, na terça-feira (17), apontou um encaminhamento para reverter o fechamento do frigorífico da JBS em Morro Grande, no Sul do estado, conforme José Milton Scheffer. Nessa reunião foi formado um grupo de trabalho imbuído da missão de encontrar um investidor interessado em assumir aquela unidade. “O Estado colocará à disposição de interessados todo o conjunto de políticas de incentivo fiscal, para minimizar prejuízos sociais decorrentes do fechamento e possibilitar a reabertura do frigorífico”, informou Scheffer.
Segurança
Nilson Gonçalves (Sem Partido) rebateu as críticas de um vereador de Joinville à atuação dos deputados que representam a região no que diz respeito à atuação na área de segurança no município, que já registrou 106 assassinatos este ano. “Nunca me faltou vontade, esforço e dedicação nas coisas que dizem respeito à região. A verdade é que, na grande maioria das vezes, os deputados se sentem impotentes.” Gonçalves concordou com as críticas do referido vereador no que diz respeito à palestra do ex-secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, em recente palestra promovida no município pela Escola do Legislativo. “A intenção da Escola do Legislativo foi das melhores, mas o palestrante demonstrou total desconhecimento de Joinville”, lamentou.
Bebida nos estádios
O deputado Ismael dos Santos (PSD) posicionou-se na linha de frente contra a liberação do consumo de bebidas alcóolicas nos estádios, que é alvo de projeto de lei em discussão na Assembleia Legislativa. “Temos posição de guerra contra essa iniciativa. O Estatuto do Torcedor traz explícita essa proibição”, enfatizou. A cada 30 minutos morre um motorista alcoolizado no Brasil, portanto, a votação desse projeto atende apenas aos interesses das grandes cervejarias e dos clubes de futebol, na opinião do parlamentar.
Lisandrea Costa
AGÊNCIA AL

Paraná criou 28,6 mil empregos com carteira assinada até setembro

O Paraná registrou um saldo positivo de 28.623 empregos com carteira assinada de janeiro a setembro de 2017, mostram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quinta-feira (19) pelo Ministério do Trabalho. O saldo refere-se à diferença entre admissões e demissões.
Foi o melhor resultado dos últimos três anos. Em 2016, no mesmo período, o saldo estava negativo em 20.726 empregos. Em 2015, na mesma base de comparação, foi negativo em 14.406 vagas.
Em setembro, especificamente, o resultado foi positivo em 2.801 vagas. Em setembro de 2016 o saldo foi de 413 postos e em 2015, negativo em 8.472 postos.
Para o secretário de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior, os números consolidam o processo de retomada definitiva da geração de emprego, com mais um mês de saldo positivo. “Estamos em uma crescente, e isso concretiza e demonstra que as decisões do governador Beto Richa foram certas. Com isso a economia dá sinais de recuperação em seus segmentos e consolida o Paraná entre os melhores estados colocados”.
SETORES - A indústria da transformação e o setor de serviços foram os destaques no acumulado do ano. A indústria registrou saldo de 15.875 vagas, já descontadas as demissões, de janeiro a setembro. O setor de serviços, por sua vez, teve m saldo positivo de 12.569 vagas e a agropecuária acumulou 1.825 empregos.
Outros destaques foram administração pública (238) e serviços de utilidade pública (9). As contribuições negativas vieram da construção civil, com saldo negativo de 1.134 vagas, comércio (669) e extrativa mineral (90).
ALIMENTOS E BEBIDAS - Na indústria, a atividade que mais gerou vagas foi a de alimentos, bebidas e álcool etílico, com 6.054 vagas. Em segundo lugar ficou o setor têxtil, do vestuário e artefatos de tecidos, que registrou saldo de 4.016 vagas e, em terceiro, material de transporte (1.773).
No setor de serviços, destaques para o setor de ensino, com 3.899 vagas de saldo; serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação, com 3.628 vagas e serviços médicos, odontológicos e veterinários (3.066).
SETEMBRO - O resultado do mês de setembro, por sua vez, foi influenciado pela indústria e o comércio, que registraram os maiores saldos – 2.347 e 1.878 respectivamente.
“Dos 12 subsetores que compõem a indústria de transformação, nove apresentaram saldos positivos e apenas três negativos. Já no comércio, se destaca principalmente o comércio varejista que foi o responsável pela maior parte das contratações, 1.406 postos”, diz Suelen Glinski Rodrigues dos Santos, economista do Observatório do Trabalho, ligado à Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos.
MUNICÍPIOS - Pato Branco (Sudoeste) foi o município que mais contratou nos primeiros nove meses do ano, com saldo de 2.105 vagas, seguido por Maringá, no Noroeste, (2.033) e São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (1.571).
Em Pato Branco, foi a indústria que mais contratou, especialmente a de fabricação de fogões, refrigeradores e máquinas de lavar e secar para uso doméstico (792 postos). Em segundo lugar veio o abate de suínos, aves e outros pequenos animais (429 postos).

Com a Palavra: Colombo destaca construção de centro da Defesa Civil e apoio do Estado a projetos inovadores


Foto: Julio Cavalheiro/Secom
A construção do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres e de novos Centros de Referência em Assistência Social, o incentivo a projetos de inovação e o lançamento do programa e-Origem foram os temas do programa Com a Palavra, o Governador desta semana. Durante a entrevista à Secretaria de Estado da Comunicação, Raimundo Colombo salientou que Santa Catarina evoluiu muito na área de Defesa Civil para proteger a população.
“O primeiro passo é ter a informação antecipada. Essa informação vai para o Centro, onde há a mais moderna tecnologia. Ali, os técnicos, extremamente qualificados, vão processar essas informações", explica. "A partir daí, através de SMS, temos condições de informar os catarinenses", completa
.
O governador também falou do papel do Estado em apoiar ideias inovadoras, como os programas da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa CatarinaFundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), que são fundamentais para garantir o desenvolvimento de SC. Segundo Colombo, muitas vezes as pessoas têm boas ideias, mas lhes faltam capital para investir e transformar em negócio.
Outra boa notícia da semana e que foi destacada pelo governador é a autorização para a construção de novos 20 Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Os recursos, no total de R$ 6,8 milhões, serão disponibilizados por meio do Programa Pacto pela Proteção Social.
Colombo ainda ressaltou a importância doprograma e-Origem, lançado recentemente e que permite aos consumidores, por meio da leitura digital de uma etiqueta, saber a origem de frutas, verduras e legumes cultivados em solo catarinense. 
Confira a íntegra desta entrevista nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo e no Youtube. O áudio do programa pode ser acessado na Rádio Secom.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

APÓS EFETUAREM DOIS ASSALTOS EM ITAPOÁ QUADRILHA É PRESA PELA PM

Na noite da última quinta-feira 19, por volta das 22h15, policiais foram empenhados para atendimento de duas ocorrências de roubo, uma delas em uma pastelaria e a outra em um bar.

As primeiras informações davam conta que quatro homens armados com pistola e arma longa efetuaram os roubos usando de muita violência.


Nos roubos foram levados dinheiro, cigarros, celulares e eletrônicos, além da destruição que os autores deixaram pra trás.


A viatura de Itapoá se deparou com o veículo utilizado e iniciou o acompanhamento que durou cerca de 30 minutos, se estendendo até o município de Garuva.


Com apoio da guarnição de Garuva foi realizado um bloqueio na rodovia na localidade de Mina Velha onde o veículo foi abordado.


Na abordagem um dos ocupantes apontou uma espingarda na direção das guarnições que em legítima defesa efetuaram um único disparo com intuito de encerrar a injusta agressão, atingindo o autor no peito, ele foi socorrido pelos Bombeiros Militares de Garuva, mas morreu no Pronto Atendimento.
No veículo ainda estavam mais quatro pessoas que foram presas, entre ela três homens e uma mulher que dirigia o veículo, e também todos os bens roubados.


O veículo havia sido roubado na cidade de Curitiba-PR, e a mulher possuía mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo.


Os outros três homens presos confirmaram os roubos e disseram ter utilizado de cocaína e bebidas alcoólicas antes dos roubos, todos possuem passagens criminais e são egressos do sistema prisional.
As vítimas compareceram na Delegacia da Polícia Civil de Garuva e reconheceram os objetos encontrados no interior do veículo, bem como os autores.


https://www.facebook.com/Pol%C3%ADcia-Militar-de-Itapo%C3%A1-430160054018102/

Audiência Pública - Comissão de Avaliação e Monitoramento do Plano Municipal de Educação e Conselho Municipal de Educação.


No dia 17 de outubro de 2017 ocorreu a audiência Pública na Câmara Municipal de Itapoá, organizada pela Secretaria Municipal de Educação de Itapoá em parceria com a Comissão de Avaliação e Monitoramento do Plano Municipal de Educação e Conselho Municipal de Educação.

 Sua pauta específica sobre as alterações dos anexos da Lei 609/2015 que objetiva adequar as 14 metas do Município com as 20 metas do Plano Nacional de Educação, incluindo seis metas que são de responsabilidade do Município em regime de cooperação entre a União, Estados e Municípios. 

Neste Domingo Festa de Nossa Senhora Aparecida no Pontal


Neste domingo 22  sera realizado uma grandiosa festa em louvor a nossa senhora Aparecida na capela do senhor Bom Jesus no Pontal com procissão Náutica conduzindo a imagem da santa saindo do trapiche da Figueira ate o farol  11 horas santa missa  12 horas almoço a base de frutos do mar.

Paraná é o Estado do Sul que mais gerou empregos em microempresas

O Paraná gerou 47.235 empregos com carteira assinada de janeiro a agosto desse ano, em empresas com até quatro empregados, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados recentemente pelo Ministério do Trabalho. O resultado coloca o Estado em primeiro lugar do ranking da Região Sul e em terceiro lugar nacional, atrás apenas para São Paulo e Minas Gerais. No mesmo período de 2016, o Paraná havia ficado em quarto lugar no ranking nacional, com geração de 42.205 empregos com carteira assinada.
O setor que mais contribuiu foi o de serviços, com 41,7%, seguido pelo comércio, responsável por 25% dos postos de trabalho. O município com melhor resultado foi Curitiba, com 19,8% dos empregos. Em seguida, aparecem Londrina e Maringá, responsáveis por 6,3% cada.
EMPREENDEDORISMO - O diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), ligado à Secretaria de Planejamento e Coordenação Geral, Julio Suzuki Júnior, disse que, apesar do momento econômico nacional, no Paraná a crise é menos intensa. “Isso deve-se ao crescimento econômico do Estado, que, por sua vez, reflete o empreendedorismo do empresariado paranaense e as políticas do governo estadual”, disse.
Segundo ele, o processo de recuperação do emprego no Paraná pode ser fortemente atribuído às microempresas do Estado. Suzuki Júnior comentou a importância da terceira colocação do Paraná no ranking nacional. “São Paulo e Minas Gerais, que ficaram à frente, são maiores em termos populacionais e têm mais empresas e microempresas que o Paraná”, disse. Ele ainda citou que Estados como Rio de Janeiro e Bahia, que também são maiores, ficaram atrás no ranking.
Somados todos os segmentos da economia, o saldo é de 25.270 empregos com carteira assinada no Paraná, de janeiro a agosto, segundo o Caged. “O dado comprova o excelente desempenho do setor de microempresas, bem acima da média dos outros segmentos”, diz Julio Suzuki. "Este é um segmento francamente positivo", afirma. O número é gerado a partir da diferença entre admissões e demissões.

Cultivos de ostras e mexilhões estão interditados em SC devido à presença de toxina paralisante

Foto de arquivo: James Tavares / Secom

A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca anuncia a interdição dos cultivos de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões devido à presença de toxina paralisante no Litoral de Santa Catarina. Está proibida a retirada, a comercialização e o consumo destes animais e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia.
A medida foi necessária após exames laboratoriais detectarem a presença da toxina paralisante (PSP) em cultivos da localidade de Ilha João da Cunha, no município de Porto Belo. Como existe a possibilidade de a contaminação dos moluscos bivalves, a Secretaria da Agricultura interditou todo o litoral catarinense de forma preventiva nesta quinta-feira, 19.

>>> Gerente de Pesca e Aquicultura Sérgio Winckler explica como acontece a contaminação e quais os riscos para a saúde
O PSP é causado por toxinas do grupo saxitoxina que podem causar diarreia, náuseas, vômitos, dores abdominais, perda de sensibilidade nas extremidades corpo e, em casos severos, paralisia generalizada e óbito por falência respiratória. Os sintomas podem começar aparecer imediatamente ao consumo dos moluscos contaminados.
Essas toxinas são estáveis e não são degradadas com o cozimento ou processamento dos moluscos. Todos os moluscos filtradores, independente se são ou não cultivados, podem acumular as toxinas. É importante salientar que a presença da PSP na água não representa risco aos banhistas.
A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) seguirá realizando coletas para monitoramento das áreas de produção de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões. Os resultados dessas análises definirão a liberação ou a manutenção da interdição das áreas afetadas.
Toxina Paralisante

Segundo o representante do Laboratório Laqua-Itajaí/IFSC, doutor Luis Proença, as microalgas que vivem na água compõe a principal fonte primária de alimento dos organismos marinhos. Em condições ambientais favoráveis, o número de células em suspensão na água pode aumentar de forma significativa. Embora a grande maioria de espécies de microalgas seja benéfica, algumas espécies produzem potentes toxinas que pode ser acumuladas por organismos filtradores, como, por exemplo, moluscos bivalves.
Algumas espécies do gênero Alexandrium produzem neurotoxinas causadoras do PSP, em inglêns Paralytic Shellfish Poisoning. Essas toxinas quando acumuladas em organismos marinhos, principalmente moluscos bivalves, podem causar intoxicação de seres humanos quando consomem os organismos contaminados.
Proença explica que a presença de PSP em moluscos no litoral de Santa Catarina é relativamente rara, sendo sua primeira detecção ocorrida em 1997.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

REVISÃO DO ELEITORADO ITAPOÁ Reta Final Comparecimento Obrigatório

AGENDE SEU ATENDIMENTO PELO SITE
www.tre-sc.jus.br
Caso não tenha acesso à internet, faça o agendamento do atendimento nos seguintes locais: Câmara de Vereadores, CDL, Colônia de Pescadores, Sindicato Rural, Prefeitura (Cidadania e Recepção) e Secretaria de Assistência Social.
Posto de atendimento em Itapoá: Auditório da EEB Nereu Ramos, Av. Pérola do Atlântico, 256, Itapema do Norte.
Horário: das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, sem fechar para almoço.
O que levar?
· Documento de identificação com foto, Título (caso possua)
· Comprovante de residência (últimos 3 meses) – O comprovante deverá estar em nome do eleitor ou de seu cônjuge ou companheiro (apresentação de comprovante da união estável) e parente, até o 3.º grau (por exemplo, tios). Exemplos: contas de luz, água ou telefone, escritura pública de propriedade, CTPS, contracheque ou folha de pagamento; envelopes de correspondência; cheque bancário, se dele constar o endereço; comprovante de matrícula em instituições de ensino; documentos expedidos pelo INCRA; notas de produtor rural; Declaração de Aptidão ao Pronafe (DAP); contrato de aluguel de imóvel ou de arrendamento rural registrado em Cartório; IPVA para o ano em curso – Portaria 105.ªZE n. 01/2017.

Após 27/10, o atendimento para regularização do título será em Joinville.

Ventos em Curitiba chegaram a 72km/h; árvore caiu sobre casa

No Guabirotuba (Foto: Antônio Nascimento - Banda B)

Os fortes ventos de até 72 km/h em Curitiba provocaram quedas de árvores em várias regiões da cidade no começo da tarde desta quinta-feira (19). De acordo com o Instituto Meteorológico Simepar, os ventos variaram de 55 km/h até 72 km/h entre 14h15 e 14h45.
No bairro Guabirotuba, por exemplo, uma árvore caiu sobre a casa do terreno vizinho na Rua Joaquim Silveira da Mota. De acordo com a moradora da residência, uma limpeza foi realizada no terreno ontem, o que para ela pode ter contribuído para a queda.
No Batel, duas faixas da Avenida Vicente Machado com a Rua Desembargador Costa Carvalho foram bloqueadas por causa da queda de galhos. A árvore também chegou a cair e ficou enroscada na rede de fiação elétrica.
No Fazendinha, uma árvore caiu na Rua José Batista dos Santos. Na região, o vendaval durou aproximadamente 20 minutos.
Segundo o Corpo de Bombeiros, houve registros de queda de árvores ou galhos ainda no Cajuru, na Cidade Industrial, Campo Comprido, Bairro Alto, Alto da XV, Cabral, Boqueirão e Prado Velho.
Energia Elétrica
Segundo a Copel, No momento 21,6 mil domicílios foram desligados por conta do temporal, principalmente por causa de vento e raios. Os bairros mais afetados foram Mercês, Pilarzinho, Hauer, Santa Quitéria e Tatuquara.

Acordo libera R$ 550 milhões para 33 mil professores

O governador Beto Richa liberou o pagamento de R$ 550 milhões para mais de 33 mil professores da rede estadual. A medida põe fim a uma ação ajuizada há 28 anos por profissionais contratados pelo regime CLT, entre os anos de 1989 e 1992, que se refere às diferenças salariais em relação ao piso do magistério estadual.
A solução para o pagamento das indenizações foi acordada entre a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), a APP-Sindicato e a Justiça do Trabalho e prevê que a dívida será quitada ainda nesta gestão aos professores que, individualmente, aderirem ao acordo.
Este é o maior acordo judicial, em termos de valores e pessoas beneficiadas, já feito no Paraná. “É um grande anúncio, que beneficia 33 mil profissionais, que tiveram perdas salariais e aguardavam por essa decisão há 28 anos. Aceleramos este acordo com o Tribunal Regional do Trabalho e agora começam as tratativas com os professores”, afirmou o governador.
“É mais uma demonstração de como o nosso governo prioriza a educação. A solução é parecida com o caso da Vizivali, que se arrastava há anos e foi resolvida logo no início da nossa gestão”, afirmou.
VANTAGEM – O procurador do Estado, Carlos Eduardo Rangel, disse que o pagamento do acordo será feito com um deságio de 40%, que é o percentual legal que o Estado tem praticado para esses acordos diretos. Ou seja, o Estado terá uma economia no pagamento dos débitos. “A vantagem do acordo para o Estado, além do deságio, é que o dinheiro não sai do Tesouro, mas de uma conta vinculada para os pagamentos de débitos judiciais do Estado”, explicou.
A secretária de Estado da Educação, Ana Seres Trento Comin, afirmou que todos saem ganhando com a resolução da ação judicial. “O governo encontrou uma solução legítima e ideal para todos, para o Governo do Estado, o Judiciário Trabalhista e os nossos 33 mil professores”, disse.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Assembleia homenageia Federação Catarinense de Taekwondo

A Assembleia Legislativa homenageou a Federação Catarinense de Taekwondo (FCT), atletas filiados, treinadores, árbitros, apoiadores e patrocinadores na noite de terça-feira (17). A solenidade foi proposta pelo deputado Mário Marcondes (PSDB).
“São cidadãos cujo propósito maior é servir ao esporte que só traz alegrias ao nosso estado, que tem uma grande história na formação de talentos e de exemplos de esforço e de comprometimento, proporcionando esperança às crianças, à juventude e às famílias”, justificou Marcondes.
Adelino da Silva Filho, ex-presidente da FCT, falou em nome dos homenageados e agradeceu o gesto do Legislativo barriga-verde.
“As conquistas foram muitas: a sede de Florianópolis e a sub-sede de Jaraguá do Sul; estrutura completa para eventos; calendário extenso e que atende todas as regiões do estado; inclusão da modalidade nos Jogos Abertos e nos Joguinhos; sede de eventos oficiais da federação brasileira; vários atletas representando o país em eventos internacionais; técnicos e mestres com muito potencial; e seleção estadual entre as três principais do país”, descreveu Adelino.
Allan Fábio Siqueira, atual presidente da FCT, também agradeceu a iniciativa e se emocionou ao rememorar na tribuna duas décadas de história.
“Ver o caminho que percorremos, com todos os problemas que o esporte nacional enfrenta, é uma emoção muito grande. Hoje a federação é uma das maiores do Brasil, nos dois últimos campeonatos foi a segunda melhor equipe”, informou Allan, que destacou os projetos sociais ligados ao Taekwondo. “Só um professor de Joinville atende mais de 140 crianças”.
Homenageados da noite
·    Allan Fábio Siqueira, presidente da Federação Catarinense de Taekwondo
·    Alberto Maciel Cavalcante Junior, presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo
·    Adílio Alves, vice-presidente da FCT
·    Adelino da Silva Filho, ex-presidente da FCT de 2005 a 2016
·    Francisco Bezerra dos Santos Neto, mestre pioneiro
·    Erickson Melquiore Busatto de Souza, diretor-técnico da FCT
·    Lenoir Oliveira, técnico da seleção catarinense de Taekwondo
·    Felix Eduardo Osório Sokolowski, presidente da empresa Dezdan, fornecedora de material esportivo da FCT
Certificados aos atletas da Federação que conquistaram vaga na seleção brasileira
·    Gabriel Tomaz Hubner Alves
·    Alessandra Trevisan
·    Victor Candido Porto
·    Maria Aparecida Bertoldo Alves
·    Eduardo Luiz Baretta
Homenagem a personalidades e entidades que contribuem com o esporte
·    Alerxandre Beck Monguilhott, presidente do Conselho Estadual de Esporte
·    Luciano Hostins, advogado da Federação e presidente do Tribunal de Justiça Antidopagem do Ministério do Esporte
·    Frederico Leite Neto, presidente da Associação das Federações Desportivas do Estado de SC
·    Darcio de Saules, diretor de esportes da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte)
·    Gustavo Rodolfo da Silva, gerente da FCT entre 2007 e 2017
·    Ari Dias, in memoriam, ex-presidente da Federação de 2001 a 2005, representado pela esposa, Lisiane Kersting
Homenageados pela Federação Catarinense de Taekwondo
·    Jean Cristiano dos Santos, sócio fundador da FCT
·    Jean Leutprecht, ex-deputado estadual pelo PCdoB e vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física

Quarta-feira tem sol e calor em SC, com máximas acima dos 30ºC


Foto: Mauren Rigo/Secom
A quarta-feira, 18, tem predomínio de sol em SC, com tempo seco na maior parte das regiões. Segundo a Epagri/Ciram, há variação de nebulosidade no Norte do estado, com chance de chuva fraca e isolada no início e final do dia.
A temperatura estará em elevação. O Extremo-Oeste é a região que mais deve registrar calor, com máximas de 35ºC. No Oeste, os termômetros devem marcar 33ºC. Já no Meio-Oeste e no Litoral Sul, a máxima é de 31ºC.
Também estará quente no Vale do Itajaí e no Planalto Norte, onde a temperatura poderá chegar a 30ºC. Nas demais regiões, as máximas variam entre 26ºC e 27ºC. O vento, de Nordeste a Norte, tem intensidade de fraca a moderada, com rajadas mais fortes no Litoral.
A Epagri/Ciram informa que o tempo muda a partir de quinta-feira, 19, quando devem ser registrados temporais, especialmente no Oeste e Meio-Oeste, e muita chuva com descarga elétrica em SC. 

Professora vive história de amor, fé e luta contra o câncer de mama

Vanderlena Fernandes (Foto: Unimed Londrina)

 O diagnóstico precoce foi fundamental para o sucesso do tratamento. O apoio da família e dos amigos fez toda a diferença nesta luta, que mudou a vida da professora aposentada.


O autoexame preventivo contra o câncer de mama era hábito na vida da professora aposentada Vanderlena Fernandes Pinheiro Fernandes, 57 anos. As consultas periódicas ao ginecologista também estavam sempre em dia. Todo este cuidado não foi em vão. Aos 49 anos, em meio aos exames de rotina, o médico detectou um câncer de mama. Cliente da Unimed Londrina, Vanderlena é a prova de que a prevenção e o diagnóstico precoce da doença podem salvar vidas.
Ela é uma das 57 mil brasileiras diagnosticadas com câncer de mama todos os anos. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre mulheres no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.
Diante do resultado do exame ela lembra o susto do momento. “A primeira reação que tive foi pensar: ‘entrei na fila para morrer’. Na época meu filho era adolescente, pedi muito a Deus que me curasse e em momento nenhum fiquei revoltada com a doença. Mas fiquei preocupada, pois estava prestes a me aposentar e planejava uma vida nova”, recorda Vanderlena.
O tratamento não foi fácil e envolveu inúmeros exames, mastectomia (cirurgia para retirada da mama) e quimioterapia. “É muito sofrido, mas era a única esperança de cura, então a gente suporta e procura manter o bom humor sempre”, afirma. Ela conta que além, do acompanhamento médico, o carinho e apoio da família foi fundamental para o sucesso do tratamento. “Meu marido esteve o tempo todo ao meu lado, assim como minhas irmãs e parentes que vinham me visitar”, diz.

Hoje a vida da professora é normal, ela já está de alta há dois anos, mas ainda assim não descuida do acompanhamento periódico com o mastologista e com o oncologista. Para manter a qualidade de vida ela se mantém ativa. Além de participar do Grupo de Dança da Unimed Londrina, ela faz atividades manuais como crochê, tricô, artesanato e trabalhos voluntários.
Ao contar sua história, Vanderlena deixa uma recomendação a todas as mulheres: “Temos que encorajar as mulheres a se cuidarem sempre, fazer o autoexame, visitar o médico regularmente. Nunca devemos nos descuidar, pois, caso seja descoberto no início, o câncer de mama tem grandes chances de ser curado”, diz.
Neste mês, a Unimed Londrina estará realizando diversas ações para chamar a atenção para o combate ao câncer de mama. Além das fachadas iluminadas de rosa, o projeto Unimed Saúde estará levando médicos voluntários em diferentes locais da comunidade para falar sobre a saúde da mulher.
No próximo dia 20, sexta-feira, a equipe da Unimed Saúde estará realizando em parceria com a RPC TV, a Blitz da Saúde. O evento será no aterro do Lago Igapó, das 17h às 19 h, e vai contar com equipes de enfermagem aferindo a pressão, medindo a glicemia e distribuindo folders com orientações sobre o câncer de mama.

Fonte G1 Paraná



Participe do elenco da encenação do Auto de Natal.

A SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA de Itapoá, convida a todos os itapoaenses acima de 12 anos de idade, que possuem aptidões cênicas ou queiram desenvolvê-las, para participarem do elenco da encenação do Auto de Natal. As inscrições poderão ser feitas na Secretaria de Turismo e Cultura, ou pelo e-mail turismo@itapoa.sc.gov.br. Maiores informações pelo telefone 34430244.

As inscrições estão abertas a partir do dia 16 de 0utubro de 2017.
Jovens menores de idade deverão trazer a autorização por escrito dos pais ou responsáveis.



DERROTA NO DETALHE Gol no início dá vitória ao Ceará, na Arena Castelão: 1x0

Um gol no início do jogo e o Paraná Clube amargou a derrota para o Ceará-CE (1x0), na Arena Castelão. Com o resultado, o Tricolor fecha a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B na 4ª colocação. A vantagem para o Vila Nova-GO, 5º colocado, agora é de apenas dois pontos. Na próxima rodada, o time do técnico Matheus Costa volta a encarar um adversário direto fora de casa: no sábado, vai a Belo Horizonte, encarar o América-MG.

O Paraná sabia que teria que suportar, nos minutos iniciais, a pressão do Ceará, impulsionado por 35 mil torcedores. Mas, aos 5 minutos, num cruzamento de Lima, Leandro Carvalho aproveitou o erro de marcação – Igor não acompanhou a linha de defesa –, e mandou pra rede: 1x0. O Tricolor demorou a reagir e pouco ameaçou a zaga cearense. Na melhor oportunidade, aos 44 minutos, João Pedro bateu para a de defesa de Fernando Henrique. Na cobrança de escanteio, Alemão não conseguiu finalizar.

Na etapa final, o panorama pouco se alterou. Aos 6 minutos, a bola bateu em Elton e Richard mostrou reflexo para impedir o segundo gol. Matheus Costa tratou de alterar o time, com as entradas de Júnior e Vitor Feijão. A melhor oportunidade para o empate, porém, só surgiu aos 28 minutos. Robson bateu de fora da área, Fernando Henrique espalmou. Na sobra, João Pedro cruzou para Alemão, que, de cabeça, perdeu. A última chance veio aos 40 minutos. No cruzamento de Robson, Vitor Feijão tentou o toque de primeira, mas Fernando Henrique espalmou.

Ceará 1x0 Paraná Clube
Ceará: Fernando Henrique; Richardson,Tiago Alves, Luiz Otávio e Romário; Raul Lô, Ricardinho (Jackson Caucaia) e Pedro Ken; Leandro Carvalho (Maicon Leite), Élton (Magno Alves) e Lima. Técnico: Marcelo Chamusca.

Paraná: Richard; Cristovam (Júnior), Maidana, Eduardo Brock e Igor; Vinícius Kiss, Luiz Otávio (Vitor Feijão), João Pedro e Renatinho (Murilo Rangel); Robson e Alemão. Técnico: Matheus Costa.

Local: Arena Castelão (Fortaleza-CE)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Alberto Poletto Masseira (SP)
Renda: R$ 749.684,00
Público pagante: 35.992
Público total: 36.720
Gol: Leandro Carvalho aos 5’ do 1º tempo
Cartões amarelos: Thiago Alves (Ceará). Cristovam, Alemão, Renatinho e Murilo Rangel (Paraná)

Departamento de Comunicação - PRC