sábado, 10 de dezembro de 2016

Polícia prende quadrilha suspeita de tráfico, extorsão, roubo e receptação

Uma quadrilha suspeita de tráfico de drogas, extorsão, concussão, roubo, furto, estelionato e receptação foi presa nesta sexta-feira (9) em uma operação deflagrada pelo Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (Diep). A Operação Cartigat resultou na prisão de oito pessoas suspeitas de envolvimento com a organização criminosa – entre elas dois policiais civis.

A ação reuniu cerca de 70 policiais civis e militares e aconteceu em Curitiba, Piraquara e Pinhais, na Região Metropolitana. Foram cumpridos sete mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. A operação contou com a participação de policiais do Diep, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) – unidades de elite das polícias civil e militar, respectivamente - além da Corregedoria da Polícia Civil e do Grupamento de Operações Aéreas.

Durante seis meses, policiais do Diep monitoraram a atuação desta quadrilha. Existia um núcleo principal, que contava com a participação de três pessoas, das quais um policial civil. A este núcleo somavam-se outros membros responsáveis por indicar pessoas em situações irregulares a fim de que a organização criminosa pudesse praticar roubos, concussões e extorsões.

Um dos modus operandi da quadrilha consistia em, primeiramente, identificar pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, com roubos ou furtos, para depois fazer abordagens e se apropriar de objetos ilícitos. Os policiais ainda cobravam vantagens indevidas para que não prendessem estes criminosos.

Em um dos casos investigados pelo Diep, os membros da quadrilha localizaram uma residência onde ladrões guardavam os produtos provenientes dos furtos e roubo e, após ameaçarem os criminosos, eles se apropriaram de diversos objetos como televisões e até mesmo um carro utilizado em outros crimes.

Outra vertente desta organização criminosa era o tráfico de drogas, que contava com uma vasta cadeia de colaboradores responsáveis por fornecer, revender e estocar os entorpecentes. Eles vendiam LSD, crack, maconha, cocaína e haxixe. De acordo com a investigação do Diep, os criminosos abordavam os traficantes, exigiam dinheiro para não prendê-los e tomavam o entorpecente. Uma das pessoas presas durante a operação utilizava o próprio filho adolescente para vender drogas na casa do avô.

Nas residências dos investigados, os policiais apreenderam cerca de R$ 7 mil em dinheiro, pássaros silvestres e cinco armas irregulares: uma pistola Glock, dois revólveres e duas espingardas. Além disso, eles encontraram maconha, ecstasy, anabolizante, balança de precisão, colete balístico de uma empresa de segurança, uma máquina usada para prensar droga e aproximadamente 300 munições de calibres diversos. Os policiais ainda recuperaram um carro e uma moto roubada e apreenderam um Audi usado pela quadrilha.

CORREGEDORIA – Policiais da Corregedoria Geral da Polícia Civil participaram do cumprimento dos mandados envolvendo os policiais civis. Paralelamente ao procedimento criminal, a Corregedoria está apurando eventuais responsabilidades administrativas dos servidores públicos. A direção da Polícia Civil do Paraná enfatiza que qualquer ato em desconformidade com as regras de conduta contidas nas leis e no estatuto da Polícia Civil será rigorosamente apurado.

Durante o cumprimento de mandado de prisão na residência de um dos policiais, foi apreendido um veículo com chassi adulterado, munições de uso restrito e permitido sem documentação para sua posse e diversos eletrônicos, além de R$ 7 mil em dinheiro.

Outro policial foi alvo de mandado de busca e apreensão em sua casa, onde duas armas foram apreendidas. Os policiais vão verificar se ele tinha registro destas armas.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Personalidades recebem Destaque Esportivo Padrão Excelência 2016

 
Pelo quarto ano consecutivo, a Rádio AL concedeu o Destaque Esportivo Padrão Excelência 2016 a personalidades que contribuíram significativamente para o desenvolvimento do desporto em Santa Catarina. A solenidade de premiação a 16 esportistas, dirigentes e comunicadores foi realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa, na manhã desta sexta-feira (9).

O Destaque Esportivo Padrão de Excelência é uma iniciativa conjunta da Rádio AL, do Gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa, do Fórum do Esporte e da Diretoria de Comunicação Social. As homenagens são divididas em dez placas do Destaque Esportivo Padrão de Excelência; três placas do Destaque Esportivo Padrão de Excelência com a Estrela de Bronze; duas placas do Destaque Esportivo Padrão de Excelência com a Estrela de Prata e uma placa do Destaque Esportivo Padrão de Excelência com a Estrela de Ouro.

A seleção dos homenageados foi coordenada por jornalistas da Rádio AL e da Diretoria de Comunicação Social, com apoio do Fórum do Esporte da Assembleia Legislativa. O jornalista Eduardo Rocha, idealizador do projeto, destacou que o esporte faz a diferença para o desenvolvimento da sociedade. “Nada mais justo do que a Assembleia Legislativa cumprir essa missão de reconhecimento, de premiação pelo esforço, de valorizar e mostrar para o público o exemplo dessas pessoas que realmente fazem a diferença.” Ele citou a comoção pública causada pelo trágico acidente aéreo que vitimou a delegação da Chapecoense como mostra real da força de mobilização que o esporte exerce na sociedade.

O presidente do Avaí Esporte Clube, Francisco José Battistotti, recebeu a estrela de ouro pela atuação à frente do clube que conquistou o acesso à série A do campeonato brasileiro de futebol no próximo ano. “A homenagem nos mostra que não foi em vão o trabalho desses nove meses no Avaí. É o reconhecimento de um trabalho feito não por mim, mas por uma equipe. Futebol é equipe, você só tem sucesso se juntar essa equipe e essa equipe aceitar a sua liderança. Por isso, com todas as dificuldades que passamos, o sucesso que atingimos não foi do presidente, foi de toda a equipe de trabalho, que absorveu a gestão e estamos sendo recompensados por isso hoje”, disse Battistotti.

O ex-jogador de futebol Joel Mendes também foi homenageado. Ele se destacou na carreira atuando no Joinville Esporte Clube, time pelo qual foi cinco vezes campeão e ainda integrou a comissão técnica. “Eu me sinto muito grato por, depois de muitos anos que parei de jogar, ainda ser lembrado. Eu passei dez anos da minha vida dentro do JEC, como jogador e depois como integrante da comissão técnica. Em Joinville tem muitos craques, mas neste momento o meu nome foi lembrado, por isso é uma grande satisfação estar aqui compartilhando esse momento bonito”, declarou.

O Destaque Esportivo da Rádio AL também homenageia jornalistas e comentaristas esportivos. Fernando Linhares da Silva, que foi cronista, comentarista esportivo e locutor na Capital catarinense, foi lembrado como um dos mais importantes nomes da história da crônica esportiva de Florianópolis e de Santa Catarina. “Depois de ter parado, eu acho que nem merecia mais ser lembrado. É gratificante para mim receber esta homenagem e reencontrar os amigos”, disse.


Homenageados Padrão de Excelência

Aline Wonsick, técnica campeã no basquetebol feminino
Claudionir Miranda, comunicador
Clube de Regatas Aldo Luz
Deraldo Oppa, professor de Educação Física na UFSC
Edison Roberto de Souza, secretário de Esportes da UFSC
Eduardo Ventura, comunicador
Fernando Linhares da Silva, comunicador
Joel Mendes, pentacampeão pelo JEC
Paulo Cezar Lima, campeão mundial da seleção brasileira em 1970
Valdir Appel, ex-goleiro do Vasco da Gama

Homenageados Estrelas de Bronze

Marco Antônio Martins, árbitro FIFA, presidente da Anaf
Maria Cristina Santos, árbitra de natação na Rio 2016
Heber Roberto Lopes, da arbitragem de futebol

Estrela de Prata

Joceli dos Santos, diretor executivo do Avaí Futebol Clube
Mauro Stumpf (in memoriam), diretor de futebol da Chapecoense

Estrela de Ouro
 
Francisco Battistotti, presidente do Avaí Futebol Clube

Lisandrea Costa
AGÊNCIA AL

Sumido há quatro dias, homem é encontrado desnutrido em mata


           Homem estava desaparecido desde domingo (4), em Ortigueira (Foto: Arquivo pessoal)

Sérgio Damasceno de Jesus, de 38 anos, desapareceu no domingo (4).
Ele foi achado fraco em assentamento de Ortigueira na quinta (8), no PR.


O Corpo de Bombeiros encontrou, na quinta-feira (8), um homem que estava perdido havia quatro dias em uma mata em Ortigueira, na região dos Campos Gerais do Paraná.
Sérgio Damasceno de Jesus, de 38 anos, desapareceu no fim da tarde de domingo (4), na fazenda Fulgante, no assentamento Libertação Camponesa, enquanto trabalhava. A área tem 220 hectares.
Logo depois do desaparecimento, a família registrou Boletim de Ocorrência (B.O).
Na quarta-feira (7), foram encontrados pertences dele na mata, como boné e chinelos. Então, os bombeiros intensificaram as buscas na região, que fica a cerca de 70 quilômetros do Centro de Ortigueira.
Na quinta-feira à tarde, Sérgio foi localizado. Ele estava fraco devido à desnutrição, de acordo com informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros. Além dos bombeiros, participaram das buscas cerca de 30 parentes, a Defesa Civil e também funcionários da fábrica Klabin.
O motivo que levou o homem à região não foi revelado.

‘Fui ordenada a mudar informe do voo da Chapecoense’, diz funcionária boliviana


Refugiada no Brasil, a boliviana funcionária da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea (Aasana) em Santa Cruz de la Sierra, publicou carta nesta quinta-feira em que afirma ter sofrido pressão de seus chefes para modificar o informe que tinha realizado para apontar irregularidades no voo que transportaria a Chapecoense. Celia Castedo garantiu ter feito cinco observações no plano de viagem da LaMia, companhia boliviana que transportava a equipe.
21986350
(Foto: Divulgação)
O conteúdo da carta foi divulgado na íntegra pelo jornal El Deber. No voo, realizado na madrugada de segunda para terça-feira da última semana, a aeronave não teve combustível suficiente para pousar em Medellín, na Colômbia, e caiu a poucos quilômetros da chegada. “Fui submetida a pressões e perseguições por parte dos meus superiores desde a manhã do dia 20, quando se começa tudo, sendo ordenado para mim modificar o conteúdo do informe que horas antes minha pessoa tinha apresentado internamente”, escreveu.
Celia procurou refúgio em Corumbá (MS) por temer acusações e ameaças em seu país. O voo causou a morte de 71 pessoas, 19 delas jogadores da Chapecoense. O elenco fez escala em Santa Cruz de la Sierra, de onde partiu em avião fretado para o noroeste da Colômbia, onde jogaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.
A funcionária afirmou que pelo cargo que ocupa, não tem autoridade para deter ou impedir a saída de aeronaves. “Devo esclarecer também que o carimbo e a minha assinatura estampadas no citado plano de voo representam um protocolo de recepção do documento”, afirmou. Ela escreveu que a responsabilidade final sobre as viagens recai sob a Direção Geral da Aeronáutica Civil da Bolívia (DGAC).
Celia atribuiu a manutenção do relatório ao despachante Alex Quispe, uma das vítimas da queda. Segundo a funcionária, o colega lhe disse que a decisão foi tomada pelo capitão da aeronave. Ficou demonstrada a intransigência da linha aérea para atender as observações feitas pela minha pessoa”, disse.
A boliviana comentou que por ter sofrido pressões em seu país, como a presença obrigatória em uma audiência, pede à opinião pública que compreenda os motivos de ter fugido ao Brasil, onde pediu asilo. “Ao mesmo tempo, desejo expressar meus sentimentos de profunda dor e pesar aos familiares e amigos das vítimas do acidente aéreo do voo LMI2933”, afirmou.

http://www.bandab.com.br/jornalismo/fui-ordenada-a-mudar-informe-do-voo-da-chapecoense-diz-funcionaria-boliviana/

Hospital Erasto Gaertner inaugura primeiro robô cirurgião do Paraná


O governador Beto Richa participou nesta quinta-feira (08) da inauguração do Sistema Cirúrgico Robótico do Hospital Erasto Gaertner, de Curitiba, que é referência nacional em pesquisa e tratamento do câncer. O robô cirurgião, denominado Da Vinci, permitirá a realização de cirurgias complexas através de procedimentos minimamente invasivos, com menos risco e mais conforto para os pacientes. 

O Erasto será o único hospital do Paraná e de Santa Catarina e um dos poucos do Brasil com este sistema tecnológico disponível para pacientes do SUS. A previsão é que o aparelho comece a funcionar já nas próximas semanas e seja utilizado em 80 a 100 cirurgias ao longo de 2017. O sistema robótico será utilizado nas cirurgias urológicas, ginecológicas e de pescoço e cabeça.

Richa ressaltou a parceria e o apoio do Governo do Estado com o Erasto Gaertner. Ele citou o repasse mensal de R$ 200 mil para o custeio do hospital e disse que no ano que vem os recursos serão dobrados. “Reconhecemos o Erasto Gaertner como um grande hospital, referência no atendimento oncológico. Milhares de pessoas fazem tratamento neste hospital, muitos vindos de outros estados, graças à qualidade de seu atendimento e os bons resultados que apresenta”, enfatizou o governador. “Este sistema robótico permitirá um atendimento ainda mais qualificado”, ressaltou.

O governador citou também a parceria do Governo do Estado com outros hospitais públicos e filantrópicos, como o Hospital do Câncer de Londrina e o Uopeccan, de Cascavel - que construiu uma unidade em Umuarama com o apoio do Estado.

DIFERENCIAL - O superintendente do Erasto Gaertner, Adriano Lago, explicou que o Paraná é o sexto estado a oferecer cirurgias oncológicas robotizadas e o Erasto será o 25º hospital brasileiro com esse tipo de procedimento. “Porém, são poucas as instituições que oferecem essa cirurgia para pacientes do SUS, esse é o diferencial deste projeto”, afirmou. 

“O custo unitário dessa cirurgia é muito alto, de R$ 80 mil a R$ 200 mil, e ainda não está no rol dos procedimentos ofertados pelo SUS. Graças aos recursos arrecadados, que são públicos, vamos oferecer a melhor tecnologia do mundo sem custo aos pacientes”, ressaltou Lago.

TECNOLOGIA - Durante a inauguração, Richa e o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, foram convidados a operar o robô cirurgião. O Da Vinci ficará exposto no hospital na tarde desta quinta-feira e na sexta-feira para que as pessoas conheçam o seu funcionamento. “Este sistema é o que tem de melhor em termos de tecnologia e cirurgia. É muito mais preciso e menos invasivo e permite fazer aquilo que as mãos humanas não conseguem”, explicou Caputo Neto. “O Erasto Gaertner é um parceiro antigo do Estado, que merece os nossos investimentos. Um prestador de serviços muito eficiente, que atende pessoas do Brasil inteiro e da América Latina”, ressaltou. 

INCENTIVO FISCAL – Foram investidos R$ 10 milhões para a aquisição do equipamento, por meio do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), do Ministério da Saúde, que permite a captação de recursos via incentivo fiscal. A Secretaria de Estado da Saúde deu a autorização para que o hospital adquirisse o robô cirurgião e as empresas de economia mista do Estado destinaram recursos via lei de incentivo.

O oncologista e urologista Murilo Luz, que irá operar o sistema robótico, destacou que mesmo que os custos do procedimento sejam mais altos, o hospital irá economizar com a recuperação do paciente, já que o tempo de internação será menor. “É uma tecnologia que traz muitas vantagens às cirurgias minimamente invasivas, já que o robô permite uma articulação maior. Para procedimentos complexos, ele trará benefícios como a redução de sangramento e da permanência hospitalar, além de colocar o paciente de volta à sua rotina de forma mais rápida”, explicou. 

APOIO DO ESTADO – Os repasses mensais do Governo do Estado ao Erasto Gaertner totalizam R$ 2,4 milhões por ano. Em 2017, o hospital receberá um aporte extra de R$ 2,4 milhões para ampliar a sua capacidade de trabalho. Ou seja, o repasse será dobrado, um incentivo inédito de apoio ao custeio da instituição. As empresas públicas também são importantes apoiadoras do hospital. Somente a Copel destinou R$ 5 milhões nos últimos três anos para projetos do Erasto. 

O hospital planeja construir em breve uma nova ala, o Erastinho, o primeiro hospital do Sul do país a ter um fluxo específico para o atendimento oncológico de crianças e adolescentes. A obra, estimada em R$ 30 milhões, terá suporte do Estado no valor de R$ 9 milhões. A expectativa é ampliar de 20 para 39 o número de leitos infanto-juvenis, permitindo o atendimento de 300 novos casos por ano. Poderão ser feitas, no local, até 17 mil consultas, 500 cirurgias e mais de 85 mil procedimentos anualmente.

Nesta sexta-feira (9), o secretário da Saúde e o superintendente do Erasto Gaertner irão formalizar a criação da primeira unidade avançada do hospital no Interior do Paraná. Será em Irati, na região Centro-Sul, e fará atendimentos pelo SUS. 

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna; o superintendente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Paulo Cesar Starke Junior; o presidente do Grupo Lide Paraná, Fabrício de Macedo; e a deputada federal Leandre.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Governo de Santa Catarina entrega medalha Anita Garibaldi para ex-governador Jorge Konder Bornhausen nesta sexta

O governador Raimundo Colombo entrega a medalha de mérito Anita Garibaldi, a maior condecoração oferecida pelo Governo do Estado, ao ex-governador Jorge Konder Bornhausen nesta sexta-feira, 9. A cerimônia será realizada a partir das 10h, no Teatro Pedro Ivo, no Centro Administrativo, em Florianópolis.

Vice-governador e governador de Santa Catarina, senador por dois mandatos, ministro e embaixador foram alguns dos cargos ocupados por Jorge Konder Bornhausen.

Filho do também ex-governador Irineu Bornhausen, Jorge Konder Bornhausen nasceu em 1º de outubro de 1937, no Rio de Janeiro. Foi vice-governador na gestão de Ivo Silveira, entre 1967 e 1971. Foi, ainda, presidente do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) e da Companhia de Desenvolvimento de Santa Catarina.

Assumiu o cargo de governador do Estado em 1979, com mandato até 1982. Nos anos seguintes, foi senador por Santa Catarina por dois mandatos e ministro da Educação e ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

A medalha Anita Garibaldi
Criada em 1972 para condecorar aqueles que se destacam por serviços prestados ao Estado de Santa Catarina e ao Brasil, a medalha de mérito Anita Garibaldi é maior condecoração do Governo de Santa Catarina, levando o nome da heroína catarinense.

Já foram homenageadas com a medalha personalidades como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o ex-arcebispo da Catedral Metropolitana de Florianópolis, Murilo Krieger; o delegado Renato José Hendges e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3008 / 98843-4350Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Namorados morrem em acidente

                            

Dois jovens morreram no acidente na PRc 280 na tarde de quinta-feira (08) entre os municípios de Mariópolis e Clevelândia no sudoeste do Paraná.

Conforme informações da Polícia Rodoviária Estadual, dois veículos se envolveram no acidente; uma carreta com placas do Rio Grande do Sul, carregada de soja, um e um Ford Fiesta com placas de Balneário Camboriú. Os veículos seguiam no sentido Pato Branco/Clevelândia quando o acidente ocorreu.

Os dois ocupantes do Ford/Fiesta, um rapaz, morreu no local do acidente, já a moça, foi socorrida com ferimentos graves, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Morreram no acidente o casal, Mateus Casiraghi da Silva, 20 anos e Júlia Larissa Caldeira da Rosa, 18 anos. Os corpos das vítimas foram enviados ao IML de Pato Branco.

Equipes da Polícia Rodoviária Estadual realizaram o controle do trânsito no local. Houve congestionamento, já que os dois veículos saíram da pista acabaram capotando às margens da rodovia.

AGTL amplia capacidade de armazenamento e embarque de grãos em Paranaguá

A modernização das estruturas e de equipamentos dos portos paranaenses, feitas pelo Governo do Estado, nos últimos anos, criam ambiente favorável para as empresas que atuam em Paranaguá e em Antonina. Os investimentos privados previstos nos dois portos para até 2030 totalizam R$ 5,1 bilhões. Muitos deles já estão em andamento. 

É o caso da Armazéns Gerais Terminal (AGTL), que atua há 30 anos no embarque de granéis sólidos, como milho e soja, e possui capacidade de carregamento de 800 mil toneladas/ano. Apenas em 2016, a AGTL investiu R$84milhões para aumentar a capacidade de armazenamento e de embarque de granéis, com a construção de um novo sistema de descarga de grãos, uma nova linha de embarque e novos silos.

O gerente da unidade da AGTL em Paranaguá, João Paulo Barvieri, conta que a empresa está adequando seu terminal à nova proposta da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) de ampliar e modernizar a capacidade de atendimento dos seus clientes. 

“As empresas de Paranaguá precisam dar uma resposta aos investimentos feitos pela Appa e que trouxeram mais agilidade e infraestrutura para o Porto de Paranaguá”, declarou Barvieri. Ele citou como exemplo os investimentos da Appa em compra de novos carregadores de navios, reforma do cais, novas portarias e as campanhas de dragagem. 

DOBRA - O novo sistema de descarga do terminal da empresa já está operando e mais que dobrou a capacidade diária de descarregamento - de 120 para 250 caminhões/dia. Já a nova linha transportadora de grãos passará das atuais 1.500 para 3.500 toneladas/hora. A operação desta nova linha está prevista já para a próxima safra.

Além do investimento em aumento da capacidade de carregamento e descarga, a AGTL também investiu na construção de novos silos em área própria da empresa e que irão ampliar a capacidade de armazenamento em mais 55 mil toneladas.

PRODUTIVIDADE – O diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, explica que os projetos privados nos portos de Paranaguá e Antonina incluem novos terminais e arrendamentos, renovações de contratos, rearrendamentos de áreas públicas e contratos de passagem, em um plano de investimentos previstos para até 2030. “Para que se tenha uma ideia, neste período, a demanda de movimentação de cargas no Paraná deverá saltar das atuais 45 milhões de toneladas para 83 milhões de toneladas”, diz ele. 

Os investimentos em modernização dos terminais privados, por exemplo, refletem diretamente na agilidade dos carregamentos e nos ganhos de produtividade no Porto. “A Appa criou uma modalidade de carregamento no porto de Paranaguá, chamada super berço, que reduz em 15h o tempo de carregamento de um navio, que geralmente é de 48h, gerando um ganho operacional de 31,25%”, mencionou Dividino.

Essa nova regra operacional tem como objetivo atender a grande demanda de granéis sólidos para carga e descarga no Porto de Paranaguá e consequente necessidade de dar maior agilidade às operações. “Queremos reduzir cada vez mais o tempo de espera para atracação e esta medida só está sendo possível porque, além dos investimentos da Appa em novos equipamentos, os terminais privados também estão fazendo a sua parte”, concluiu Dividino.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Grêmio empata com o Atlético-MG e se torna o maior campeão da Copa do Brasil

Em noite histórica, marcada por lágrimas e homenagens à Chapecoense, o Grêmio confirmou o favoritismo conquistado no jogo de ida e faturou o título da Copa do Brasil, nesta quarta-feira. Diante do público recorde da Arena Grêmio, com 55 337 torcedores, o time gaúcho empatou por 1 a 1 com o Atlético Mineiro e sustentou a vantagem obtida na primeira partida da final, com a vitória por 3 a 1, no Mineirão, em Belo Horizonte. Com o resultado, o time comandado por Renato Gaúcho se tornou o maior campeão da história da Copa do Brasil.
O troféu marca o fim de um longo e desagradável jejum de 15 anos no Grêmio. Superado com frequência pelo rival Internacional no Estadual, o time tricolor também vinha penando nas competições nacionais. Agora, põe fim à “fila” com seu quinto título da Copa do Brasil, superando o Cruzeiro, que tem quatro. O time gaúcho também venceu em 1989, 1994, 1997 e 2001.
A final desta quarta foi marcada pelas homenagens à Chapecoense. Os dois times entraram em campo com o escudo do time catarinense no uniforme, assim como o árbitro e os auxiliares, que até vestiram verde. A bola do jogo também teve o escudo em memória dos jogadores e integrantes do clube que foram vítimas do acidente aéreo da semana passada, que causou a morte de 71 pessoas, perto de Medellín, na Colômbia.
Na arquibancada, a torcida gremista abriu a camisa gigante que os torcedores da equipe de Santa Catarina levava aos jogos na Arena Condá. O momento mais emocionante da homenagem aconteceu no minuto de silêncio, com toque militar. Um videoclipe com imagens da Chapecoense foi exibido nos telões, sem som.
Os jogadores ficaram abraçados no centro do gramado, com a presença de membros da imprensa, representando os jornalistas mortos na tragédia. O goleiro Victor era o mais emocionado, assim como muitos torcedores nas arquibancadas.
O JOGO – Depois da dura derrota na ida, que até custou o emprego do técnico Marcelo Oliveira, o Atlético entrou em campo com seu já tradicional trio de volantes. Rafael Carioca voltou ao time após cumprir suspensão na partida disputada no Mineirão, jogando ao lado de Júnior Urso e Leandro Donizete – parte da torcida culpou a ausência do trio pelo revés no primeiro jogo.
Com o trio de volta e de técnico novo, o Atlético se mostrava visivelmente mais bem organizado em campo nesta quarta. Sem lembrar a oscilação da ida, o que lhe custou três gols, o time mineiro buscava o ataque com naturalidade nos primeiros minutos, enquanto o Grêmio adotava postura mais cautelosa, esperando o rival em seu campo de defesa.
Mesmo recuado, o time da casa levou sustos no início do jogo. Foram três finalizações seguidas do Atlético à direita do gol de Marcelo Grohe antes dos 13 minutos de jogo. A equipe mineira tentava impor pressão, mas logo o Grêmio descolava rápido ataque e freava o ímpeto atleticano.
No primeiro tempo, o duelo se concentrou no meio-campo, com forte marcação e até jogadas mais duras de ambos os lados. Aos poucos, o Grêmio passou a anular com facilidade as investidas do Atlético pelo meio da área e começou a levar maior perigo no ataque. Foram suas as melhores chances da etapa inicial.
Aos 21, Maicon finalizou de longe e a bola desviou no meio do caminho, quase surpreendendo Victor. Everton, substituto de Pedro Rocha, expulso no jogo de ida, também arriscou de longe, aos 35. O goleiro atleticano pegou com tranquilidade.
A melhor oportunidade da etapa aconteceu aos 40. Em lance inesperado, Douglas deu passe de calcanhar e lançou Everton cara a cara com Victor. O gremista, porém, bateu em cima do goleiro e desperdiçou chance incrível.
Para o segundo tempo, o Atlético voltou com uma mudança visando uma atuação mais ofensiva. O interino Diogo Giacomini trocou Júnior Urso por Maicosuel. Minutos depois, sacaria Leandro Donizete para a entrada de Cazares. Não por acaso. O Atlético seguia neutralizado pela defesa gremista, com poucas opções para tentar surpreender a zaga anfitriã.
Na primeira metade do segundo tempo, era o Grêmio quem tinha a melhor oportunidade de gol, com Douglas, em cobrança de falta, aos 12 minutos. Enquanto isso, o Atlético continuava com a missão de marcar ao menos dois gols para levar o duelo para os pênaltis.
O cronômetro rodava e o time mineiro não esboçava jogadas mais agudas no ataque. Parava rapidamente na bem postada defesa gremista. Lucas Pratto atuava menos adiantado, sem sucesso, enquanto Robinho insistia pelo meio, sendo neutralizado com facilidade. Cazares exibia pouco ritmo de jogo e não conseguia penetrar na defesa.
Do outro lado, o Grêmio exibia maior eficiência no ataque, como fez no jogo de ida. E, num ataque fulminante, decidiu o jogo, as finais e o campeonato. Aos 43, Everton disparou pela esquerda até a linha de fundo e cruzou rasteiro para a pequena área. Bolãnos, que acabara de entrar em campo, só escorou para as redes e praticamente comemorou o título.
A festa só não foi completa porque Cazares acertou lindo e improvável chute de antes do meio de campo, aos 46 minutos. A bola morreu no fundo das redes, decretando o empate, que não foi o suficiente para evitar o título gremista.
Antes do apito final, jogadores dos dois times se estranharam junto à lateral do campo, sem maiores consequências. Mas, com o fim da partida, atletas voltaram a se desentender e um clima de tensão quase estragou a festa dos gremistas no campo. Logo jogadores foram afastados e jogadores, comissão técnica e o técnico Renato Gaúcho, ao lado da filha Carol Portaluppi, celebraram o troféu no gramado.
FICHA TÉCNICA: 
GRÊMIO 1 x 1 ATLÉTICO-MG
GRÊMIO – Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Jailson), Douglas (Bolaños) e Everton (Fred); Luan. Técnico: Renato Gaúcho.
ATLÉTICO-MG – Victor; Marcos Rocha, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete (Cazares), Júnior Urso (Maicosuel), Rafael Carioca; Luan (Lucas Cândido), Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diogo Giacomini (interino).
GOLS – Bolaños, aos 43, e Cazares, aos 46 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Erazo, Fábio Santos, Marcelo Grohe, Bolaños.
ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP).
RENDA – R$ 5.105.964,00
PÚBLICO – 52.233 pagantes (55.337 no total).
LOCAL – Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Há previsão de chuva e ventos fortes em SC a partir desta quinta-feira

A Defesa Civil de Santa Catarina e a Epagri/Ciram alertam para o risco de chuvas, ventos fortes e raios em todo o estado nesta quinta e sexta-feira, 8 e 9. Não está descartada a possibilidade de granizo em pontos isolados. Os órgãos pedem atenção para as regiões de divisa com o Paraná, especificamente no Oeste, Meio-Oeste, Planalto Norte e Litoral Norte. Nestas áreas, o volume pode chegar a 100mm em 24 horas, sendo que o esperado para o mês inteiro varia entre 140mm a 170mm. Nas demais regiões, o volume de chuva deve ser menor, chegando a 30mm. 

Com a intensidade de chuvas estimada no Centro-Norte do Estado, há o indicativo de alagamentos pontuais nas cidades que fazem divisa com o Paraná. “São chuvas típicas de verão e, geralmente, são pancadas com trovoadas, porém volumosas para um curto espaço de tempo”, destacou o meteorologista da Epagri/Ciram, Marcelo Martins. 

Essa condição de chuva é favorecida pela temperatura alta e pelos valores elevados de umidade. Martins explica que as rajadas de ventos não são tão preocupantes como as que ocorreram na madrugada do último domingo, 4, em Florianópolis. “O evento registrado em Florianópolis é bem atípico, e o último semelhante a ele aconteceu em 2005”, explica.
Na sexta-feira, o dia começa com variação de nuvens, mas a chuva volta a todas a regiões no período da tarde. Os indicativos são de que a chuva persista também no sábado, mais forte na madrugada e manhã, escpecialmente no Norte do estado.

Quarta-feira
Por volta das 16h40 desta quarta-feira, o radar de Lontras (imagem abaixo) mostrou núcleos de chuva pelo estado, com intensidade forte em Turvo e fraca a moderada em Lebon Régis, Santa Cecília, Monte Castelo, Alfredo Wagner, Lauro Muller e Meleiro. 
>>> Acompanhe as informações da Defesa Civil pelo site e pelo Facebook.
A Defesa Civil classifica os níveis de criticidade como Observação, Atenção e Aviso.
Observação: usado quando uma ameaça meteorológica ou hidrológica é eminente ou provável, mas não é tão severa. Pode evoluir para os demais níveis.
Atenção: usado quando uma ameaça meteorológica ou hidrológica está para acontecer, é significativa, porém o horário ou local é incerto. Pode evoluir para aviso.
Aviso: usado quando uma ameaça meteorológica ou hidrológica é eminente ou provável, com severidade ou representa uma ameaça à vida ou propriedade.
Boletim atualizado às 17h desta quarta-feira, 7.
Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3005 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Prefeito Marlon e Vice Carlos Henrique e Vereadores São Diplomados Pela Justiça Eleitoral

Prefeito eleito Marlon e vice Carlos Henrique e Vereadores são diplomados pela Justiça eleitoral nesta quarta feira no plenário da câmara de vereadores, Marlon recebeu o diploma das mãos do Excelentissimo Senhor Rafaei Maas dos Anjos, Juiz da 105ª Zona Eleitoral de Joinville. Também esteve  presente o Excelentissmo Senhor Wilson Pereira Junior Juiz do pleno do tribunal regional de Santa Catarina, Senhora Juliana Teixeira chefe do cartório eleitoral da 105ª Zona eleitoral de Joinville e demais autoridades.







Encontrado o Corpo do Homem que morreu afogado na tarde terça feira

Foi encontrado o corpo do homem que morreu afogado na tarde desta terça feira na barra do Sai o corpo foi encontrado por populares na praia por volta de 6, 45 desta manhã de quarta feira, Rafael João Ribeiro, 32 anos era de Curitiba, estava em Itapoá para trabalhar em uma obra na terça final de expediente resolveu tomar um banho de mar e acabou se afogando, o corpo foi enviado para o Instituto medico Legal de Joinville.


Matéria Referente no Link abaixo

Homem morre afogado na Barra do Sai


No final da tarde desta terça feira um homem morreu afogado na Barra do Sai por volta das 18 horas, informações que tivemos de Populares que o cidadão é veranista de Curitiba, e que no momento que entrou no mar foi arrastado por uma corrente marítima Pois o mar estava bastante agitado com formação de Alagamar, e no momento que estava se afogando ainda gritou por socorro porem  não deu mais tempo de ser socorrido. Os bombeiros e guarda vidas vasculharam o local e proximidades uma verdadeira força tarefa em busca do corpo da vitima sem sucesso até as 20 horas quando encerraram as busca que Será reiniciada na manhã desta quarta feira.






terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Marlon Apresenta Primeiros Nomes do Secretariado



O Prefeito Eleito Marlon Roberto Neuber Reuniu a imprensa local para anunciar os primeiros nomes dos secretários e diretores que assumirão suas pastas dia primeiro de Janeiro de 2017.  Que são os seguintes.

Secretaria de Saúde – Sandra Regina Medeiros da Silva
Secretaria de Educação - Ighor Zalakuk
Secretaria de Obras E Serviços Públicos - Wantuil José de Oliveira
Secretaria de Planejamento e Urbanismo - Rafael Vida Almeida
Secretaria de Indústria e Comércio - Ricardo da Silva Mattoso
Secretaria da Assistência Social - Elisiane de Souza Martins
Secretaria de Meia Ambiente - Ricardo Ribeiro Haponiuk
Diretoria de Turismo - Claudio R. Lemonie
Diretoria de Administração - Joselene Gonçalves do Nascimento Cunha
Diretoria de Finanças - Carlito Joaquim Custódio Junior

Curriculo de cada um abaixo


Secretária de Saúde – Sandra Regina Medeiros da Silva
Sandra é de Joinville, Graduada em enfermagem pela UFSC, especializada em Administração dos Serviços de Saúde e Administração Hospitalar, Pós-graduada em Auditoria em Serviços de Saúde, ainda tem em seu currículo cursos de Instrumentação cirúrgica, Atualização em Desenvolvimento Gerencial para Servidores da Secretaria de Estado de Saúde, Desenvolvimento Gerencial, Formadores de Avaliadores da Iniciativa do Hospital Amigo da Criança, Curso de Ética e Responsabilidade Social no Serviço Público entre muitos outros. Tem experiência profissional docente na Faculdade IELUSC e no Colégio Cenecista José Elias Moreira. Lotada pela Secretária de Estado de Saúde, na Maternidade Darcy Vargas já desempenhou as funções de Enfermeira Supervisora do Centro Obstétrico, Gerente Geral de Enfermagem e Enfermeira Coordenadora do Ambulatório de Gestão de Alto Risco. Sandra também desempenhou suas funções no Hospital Municipal São José e Hospital Regional Hans Dieter Schimidt. 
ok

Secretária de Educação - Ighor Zalakuk
Morador em Itapoá desde 1999, Ighor tem formação em Licenciatura em Ciências e Matemática, Habilitação em Biologia, fez pós-graduação em Ecoturismo e em Mídias de Educação. Professor desde 1999, também teve atuação em projetos da escola, Feira de Ciências, Palestras e a partir de 2009, desenvolvimento de projeto Ambiental, envolvendo alunos dos 3º anos do Ensino Médio. Projeto que várias vezes tiveram, e tem ainda hoje, a participação das Escolas do Município de Itapoá. Projetos apresentados na Feira Pedagógica da EEB Nereu Ramos. Atuou junto da direção do EEB Nereu Ramos e ganhou prêmio de professor destaque na Rede Estadual de Ensino.
ok

Secretária de Obras E Serviços Públicos - Wantuil José de Oliveira  [Tininho ]
Com 25 anos de experiência em obras públicas, nos anos 1985 a 2005 atuou no 5º Distrito Rodoviário Municipal do Pinheirinho (Secretaria de Obras Públicas e Secretaria do Governo Municipal de Curitiba) – participou dos programas de pavimentação asfáltica dos planos (plano 1.000, pavimento baixo custo e Fundo de desenvolvimento Urbano do Governo do Estado), participou da manutenção viária de 05 Bairros que totalizam 145.000 moradores e pertencentes à Administração Regional Pinheirinho.   Nos anos 2006 a março de 2011 atuou como coordenador de projetos no Distrito Manutenção Urbana do Bairro Novo (Secretaria de Obras Públicas e Secretaria do Governo Municipal de Curitiba) – participou da elaboração e fiscalização na execução do Programa Asfalto Cidadão e da manutenção viária de 03 Bairros que totalizam 170.000 moradores, pertencentes à Administração Regional do Bairro Novo.
ok



Secretária de Planejamento e Urbanismo - Rafael Vida Almeida
Formado em Tecnologia em Sistemas de Informação pela IESVILLE, e com curso de capacitação em geoprocessamento pela UFSC.Trabalha na prefeitura de Itapoá desde 1999 onde iniciou como agente de recadastramento Imobiliário. Já foi assessor de planejamento, diretor de Planejamento e em 2011 assumiu o Cargo de secretário de Planejamento. Com conhecimento em ferramentas CAD, participou de todo o processo de digitalização e adequação dos mapas municipais. Participou da implantação das numerações prediais em Itapoá e a nomenclatura de logradouros. Teve colaboração efetiva na elaboração do primeiro plano diretor de Itapoá e no Zoneamento Ecológico Econômico Municipal – ZEEM. Foi presidente do CONCIDADE, Coordenador do Projeto Orla Itapoá e membro do Conselho de desenvolvimento Urbano de Itapoá- CDUI.
ok

Secretária de Indústria e Comércio - Ricardo da Silva Mattoso
Experiência de mais de 30 anos nas áreas de Engenharia e Manutenção de Terminais Portuários de grande porte e mais de 19 anos em manutenção de equipamentos portuários em terminais privados. Realizou a implantação de sistema de planejamento e controle de indicadores de custos e qualidade de manutenção, conforme normas da ABRAMAN (Associação Brasileira de Manutenção). Experiência na gestão orçamentária, formação de estoque mínimo e nacionalização de peças. Experiência na formação e gestão de equipes de engenharia e manutenção. Experiência em especificação de equipamentos portuários de grande porte e gestão de custos com pneus de frotas de veículos e equipamentos. Gestão do sistema elétrico de alta e média tensão, monitoramento de contêineres reefers e manutenção das balanças rodoviárias. Tem curso superior em Teologia pela REFIDIM-Joinville (2015), Pós-Graduado em Engenharia de Manutenção pela PUC-Curitiba (2011) e Graduado em Engenharia Industrial Elétrica pela UNICEB-Santos (1999), além de Inglês avançado.
ok

Secretaria da Assistência Social - Elisiane de Souza Martins
Natural de Balneário Barra do Sul, Elisiane mora em Itapoá desde 2005. Empresária no segmento de beneficiamento e coordenação na venda de pescados, também já atuou como administradora de empresa, gerente de loja e coordenadora de logística área de transportes de pescados. Têm certificados de Cursos de Capacitação para liderar Jovens e Adolescentes, atuando nesse segmento por mais de 8 anos. Também desenvolveu diversos trabalhos na área da Assistência Social, inclusive, com encaminhamento de dependentes químicos e alcoólatras para Clínica de Recuperação. Elisiane é discente em curso superior na área de Serviço Social.
ok
Secretaria de Meia Ambiente - Ricardo Ribeiro Haponiuk
Oceanógrafo formado pela UFPR possui especialização em Planejamento e Gestão Ambiental pela Univille e mestrado em Planejamento Integrado do Espaço Marinho pela União Européia (Univ. Veneza, Açores e Sevilha). Tem experiência de mais de 8 anos em Licenciamento Ambiental e Gestão Costeira. É instrutor nacional do Projeto Orla credenciado pelo Ministério do Meio Ambiente e Secretaria do Patrimônio da União. Além disso, é jornalista e, também, instrutor de mergulho, com especialização em Arqueologia Subaquática e mestrando em História, Arqueologia e Patrimônio pela Universidade Autônoma de Lisboa.
ok

Diretoria de Turismo - Claudio R. Lemonie
Cursando ensino superior em gestão pública. Empresário, morador de Itapoá há 22 anos. Foi proprietário da primeira agência de Turismo de Itapoá. Atuou na direção de vários cargos na CDL de 2006 até 2011, sendo um dos idealizadores do Baile da Primavera, Natal Luz e Show de prêmios para o comércio. Fez cursos de gestão empresarial, atendimento ao público, aprimoramento em vendas. Membro fundador do Conselho de Segurança do Judiciário de Itapoá e membro do CONSEG de Itapoá
ok

Diretoria de Administração - Joselene Gonçalves do Nascimento Cunha
Funcionária Pública há 21 anos. Iniciou suas atividades no Setor de Tributos (1995 a 1997). Secretaria de Educação (1998 a 2012); Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos - IPESI (2013 a 2016). Atua como tesoureira na Associação dos Servidores Públicos de Itapoá – ASPMI, Presidente do Conselho Administrativo do IPESI, Coordenadora da Capela São Judas Tadeu. Formada em Desenvolvimento Regional pela Univille e Pós Graduada em Gestão Pública pela Facel.

ok
Diretoria de Finanças - Carlito Joaquim Custódio Junior
Servidor público da Prefeitura de Itapoá há 22 anos. Contabilista, graduado em comércio exterior, chefiou a Contabilidade municipal por vários anos. Foi Diretor Presidente do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Itapoá – IPESI- de 2005 até 2008. Foi secretário de Administração por vários períodos e soma mais de 8 anos no comando da pasta, sendo o maior período de 2009 até 2012. Eleito vereador 2013/2016 presidiu a comissão de Orçamento por dois anos.
ok

Comentário,

Destaque para a nomeação de Elisiane Martins [ Zane ] para secretaria de ação social, a primeira vez que alguém da  Barra do Sai é nomeada num cargo de primeiro escalão contemplada com uma secretaria  Parabéns Zane, parabéns Barra do Sai